Batera.com.br
Fórum Inicial Fórum Inicial > Fóruns Públicos > Produtos e Marcas > "Produto X" vs. "Produto Y"
  Novas Mensagens Novas Mensagens RSS Feed - Aprendendo sobre Istanbul Mehmet
  FAQ FAQ  Pesquisar no Fórum   Eventos   Registrar Registrar  Entrar Entrar

Tópico FechadoAprendendo sobre Istanbul Mehmet

 Responder Responder
Autor
Mensagem
  Tópico Pesquisar Tópico Pesquisar  Opções do Tópico Opções do Tópico
Ontherocks Ver Drop Down
Iniciantes
Iniciantes


Cadastrado em: 17/11/10
Status: Desconectado
Pontos: 37
Link direto para este Post Tópico: Aprendendo sobre Istanbul Mehmet
    Postado: 06/12/10 as 15:41
Prezados colegas do forum,
 
Recentemente tenho lido e tentado tomar contato com a historia, a sonoridade e as opções presentes na lilnha Istanbul.
Confesso que alguns detalhes ainda me parecem estranhos como por exemplo a diferença entre Istanbul Agop e Istanbul Mehmet.
 
Mas como disse estou pesquisando uma alternativa de sonoridade ao meu set de K's e K Customs. Apesar de adorar a sonoridade deles, estou procurando ampliar meus horizontes descobrindo como as sonoridades 100% Handmade se adaptariam ao meu estilo e eu a eles.
Pensando nisso, a Istambul Mehmet me pareceu uma excelente opção.

Li muitas coisas pela Internet, mas gostaria de perguntar questões para os que possuem maior conhecimento sobre o assunto, até porque temos a maravilhosa oportunidade de ter representantes da Istanbul Mehmet que compõem nosso forum:
 
Minhas duvidas e reflexões são as seguintes:
 
1) Os processos de fabricação de linhas como a K custom são ditos martelados a mão. Nesse quesito poderíamos dizer, a grosso modo, que são tão "handmade" quanto os pratos da Istambul Mehmet?

2) No link http://www.youtube.com/watch?v=UPJcuxGfxNM a descrição fala em um Turk ride 21". Mas o "Turk" que vi em fotos me parecia ter o acabamento bem mais cru sem polimento, além do som ser bem menos brilhante do que o do video.
Aos conhecedores de Istanbul, alguém poderia me dizer que serie Turk é esta do video?
 
3) Os entusiastas sobre Istanbul ao redor do mundo, sempre dizem que uma das vantagens de se optar por eles é a possibilidade de terem uma sonoridade superior e gastar muito menos do que aqueles que eles chamam de "pratos de grife" (Zildjian, Sabian, Paiste...).
Os preços praticados no Brasil no entanto me parecem fugir a esta tão comentada vantagem. Na prática, penso que pagar R$ 950,00 por um Hi-Hat 14" Istanbul Mehmet Sultan não o difere tanto assim dos valores praticados por um hi hat 14" A custom Mastersound da Zildjian. Qual a opinião de vcs?
 
4) Pesquisando na internet encontrei fotos de Hi Hats Mehmet Sultan com cor mais "avermelhada" e outro com cor mais amarelada (fotos abaixo).
 

Afinal, no caso do Mehmet Sultan 13" qual é a cor do acabamento?
 
Por último se algum representante Istanbul Mehmet puder me indicar um contato para orçamento de aquisição de pratos eu agradeceria muito.
 
Abraço a todos
Voltar ao Topo
Links Patrocinados


Voltar ao Topo
R0nald0 Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar

Cadastrado em: 12/09/09
Localização: Rio Preto-SP
Status: Desconectado
Pontos: 673
Link direto para este Post Postado: 06/12/10 as 19:18
Daqui a pouco o Anderson aparece para tirar todas as suas dúvidas, qualquer coisa é só mandar uma MP para ele te passar o orçamento, eu já comprei dois Istanbul Mehmet com ele, são excelentes.
EMAIL:ro_ministro@hotmail.com
Voltar ao Topo
Rommel Ver Drop Down
Iniciantes
Iniciantes
Avatar

Cadastrado em: 21/10/09
Localização: Brasilia
Status: Desconectado
Pontos: 196
Link direto para este Post Postado: 06/12/10 as 19:28
"Afinal, no caso do Mehmet Sultan 13" qual é a cor do acabamento?"
Nas fotos os pratos e os acabamentos são os mesmos, o que difere a cor é a questão da luminosidade do ambiente, mas são a mesma coisa.
Na questão do vídeo, o ride parece ter sido envernizado. Mas espera o Andy pra ele te dar uma certeza nesse caso.
Voltar ao Topo
Diego Santana Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar

Cadastrado em: 07/06/05
Status: Desconectado
Pontos: 1081
Link direto para este Post Postado: 06/12/10 as 20:55

1- Nenhum Zildjian é martelado à mão, nem os Constantinople. É tudo computadorizado, e isso não é uma desvantagem.

2- O processo de fabricação do Turk elimina o torneamento. A cor pode variar bastante, é normal ir do marrom escuro ao "bege-cor-de-burro-quando-foge"

3- Esse valor q vc postou é praticamente o preço de custo na importadora prum lojista comprar (o Zildjian). 

4- Ver número 2

Voltar ao Topo
Ontherocks Ver Drop Down
Iniciantes
Iniciantes


Cadastrado em: 17/11/10
Status: Desconectado
Pontos: 37
Link direto para este Post Postado: 06/12/10 as 23:36
Ok R0nald0, ótima noticia. Eu até já mandei pra ele uma MP pedindo para quando ele tiver um tempinho passar por aqui e esclarecer algimas coisas.

Só agora estou pesquisando um pouco mais os chamados Turcos, rsrsrsrs

Fiquei bastante impressionado com a sonoridade de alguns deles porem senti falta de um canal de contato para viabilizar algumas aquisições.

Poderia detalhar que Istanbul Mehmets adquiriu com ele e há quanto tempo foi isso?

Abraço
Voltar ao Topo
Ontherocks Ver Drop Down
Iniciantes
Iniciantes


Cadastrado em: 17/11/10
Status: Desconectado
Pontos: 37
Link direto para este Post Postado: 06/12/10 as 23:43
Originalmente postado por Rommel Rommel escreveu:

"Afinal, no caso do Mehmet Sultan 13" qual é a cor do acabamento?"
Nas fotos os pratos e os acabamentos são os mesmos, o que difere a cor é a questão da luminosidade do ambiente, mas são a mesma coisa.
Na questão do vídeo, o ride parece ter sido envernizado. Mas espera o Andy pra ele te dar uma certeza nesse caso.


Ok Rommel obrigado pelo esclarecimento. Independente do acabamento, o timbre também nao te pareceu mais brilhante do que o que os Turk normalmente tem?
Voltar ao Topo
Ontherocks Ver Drop Down
Iniciantes
Iniciantes


Cadastrado em: 17/11/10
Status: Desconectado
Pontos: 37
Link direto para este Post Postado: 06/12/10 as 23:55
Originalmente postado por Diego Santana Diego Santana escreveu:

1- Nenhum Zildjian é martelado à mão, nem os Constantinople. É tudo computadorizado, e isso não é uma desvantagem.

2- O processo de fabricação do Turk elimina o torneamento. A cor pode variar bastante, é normal ir do marrom escuro ao "bege-cor-de-burro-quando-foge"

3- Esse valor q vc postou é praticamente o preço de custo na importadora prum lojista comprar (o Zildjian). 

4- Ver número 2



No item 1, é verdade Diego. Na verdade o que queria discutir e me expressei mal é a questão da sonoridade única e não padronizada que acontece tanto nos Istanbul quanto nos K custom por exemplo feitos em larga escala por um processo padronizado.

No item 2 , independente da variacao do visual, minha maior curiosidade era com relação ao timbre. O do video me pareceu extremamente brilhante em relação aos Turk que vi. Vc tem ou ja tocou em algum Turk?

No item 3, eu ja vi aqui mesmo no classificados vendendo a este preço, não é preço de custo de loja nao.
Voltar ao Topo
R0nald0 Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar

Cadastrado em: 12/09/09
Localização: Rio Preto-SP
Status: Desconectado
Pontos: 673
Link direto para este Post Postado: 07/12/10 as 00:44
Originalmente postado por Ontherocks Ontherocks escreveu:

Ok R0nald0, ótima noticia. Eu até já mandei pra ele uma MP pedindo para quando ele tiver um tempinho passar por aqui e esclarecer algimas coisas.

Só agora estou pesquisando um pouco mais os chamados Turcos, rsrsrsrs

Fiquei bastante impressionado com a sonoridade de alguns deles porem senti falta de um canal de contato para viabilizar algumas aquisições.

Poderia detalhar que Istanbul Mehmets adquiriu com ele e há quanto tempo foi isso?

Abraço
 
Mandei a resposta por MP 
EMAIL:ro_ministro@hotmail.com
Voltar ao Topo
Anderson Alves Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar
Representante Amedia e Istambul Mehmet

Cadastrado em: 11/03/08
Localização: Brazil
Status: Desconectado
Pontos: 2167
Link direto para este Post Postado: 07/12/10 as 04:52

  
      Boa noite maninho, meu nome é Anderson Alves, sou um representante oficial da Istanbul Mehmet no Brasil e vou tentar responder todas as suas dúvidas.

    1- Tanto a Zildjian como a Sabian tem em suas linhas de pratos, linhas ditas como "handmade", mas para você entender todo esse processo vale lembrarmos um pouco da história..., A Zildjian é a fábrica de pratos mais antiga do mundo, começou a  fazer pratos em 1623, desde o império  Ottomana, a Zildjian teve origem em Istanbul na Turquia e seu nome original era K.Zildjian.Co, porém em 1928 dois membros da família foram para os E.U.A e fundaram a Avedis Zildjian Co.
    Durante um bom tempo as duas fábricas se mantiveram em produção, uma na Turquia e a outra nos E.U.A, a fabrica turca sempre fez seus pratos da forma tradicional turca, totalmente handmade, usando as receitas das ligas que eram passadas geração a geração... A Fabrica americana se baseava no processo turco, porém desde o início seus pratos sempre foram feitos de forma semi-manual... Ou seja, baseado na forma turca mas com maquinários fazendo sempre o que na Turquia era feito de forma totalmente rudimentar e manual.
    Por volta de 1968 a família Zildjian dos E.U.A obteve o direito total do nome Zildjian para fins comerciais, obrigando a fabrica da Turquia a fechar as portas, nesta época quem comandava as linhas de produções da fabrica turca eram o cymbalsmiths mais experientes da linha de produção, o Sr. Mehmet Tamdeger, que começou a trabalhar na fabrica com 9 anos de idade e o Sr. Agop Tomurcuk, após o fechamentos os dois se juntaram e deram inicio a marca de pratos Zildjiler, que posteriormente mudou o seu nome para Istanbul Cymbals. Vale lembrar que a Sabian foi fundada também por uma pessoa da família Zildjian americana, Robert Zildjian, que em 1977 fundou a Sabian no Canadá.
   
    A Istanbul Cymbals começou então a fabricação de seus pratos nos anos 70, em 1997, o Sr. Agop, sócio do Sr. Mehmet faleceu, com isso os filhos do Agop queriam a sua parte na fábrica, foi então decidido que a fabrica original se manteria com o nome Istanbul Mehmet e que seria feita uma nova fabrica para que os filhos do Agop pudessem assumir os negócios do pai, nasce dai a Istanbul Agop...

    Bem, eu fiz esta síntese da história da Istanbul e da Zildjian para que você compreendesse que por mais que a origem de uma começa onde "acaba" a outra, e que por mais que os processos de fabricação de uma fabrica remetam ao processo da outra, a forma tradicional turca de fazer pratos é completamente diferente da forma como a Zildjian hoje em dia fabrica os seus pratos, mesmo as linhas mais tops como a K, Constantinople...  São feitas num processo que envolve máquinas que reproduzem pneumaticamente o processo de martelamento, torneamento, similares ao processo tradicional turco, mas que sobre tudo é em maquinários. Com pouquíssimo  processo manual envolvido.
    A Istanbul Mehmet é até hoje comandada pelas mãos de ferro do Sr. Mehmet Tamdeger, que como eu disse iniciou seu trabalho com pratos ainda com 9 anos de idade na lendária fabrica da Zildjian na Turquia, por isso muitos especialistas dizem que a Istanbul Mehmet é "a Zildjian que não existe mais", que tanto inspirou os lendários bateristas de jazz das décadas de 40 e 50 com seus pratos da serie K, que são hoje verdadeiras raridades e custam uma nota no e-bay... A Istanbul Mehmet carrega até hoje o know-how do Sr. Mehmet, mantendo viva a tradicional forma turca de se fazer pratos num processo que é totalmente rústico, porém mantendo o padrão de qualidade e buscando sempre estar por dentro daquilo que o mercado atual necessita e exige.

   Percebe como colocar estas linhas ditas "handmade" de pratos da Zildjian e da Sabian num pé de igualdade com pratos da Istanbul é algo que no fim das contas  fica meio impossível maninho?!? Não por um ser melhor ou pior que o outro, é que hoje essas marcas praticam uma forma de produção que no fim das contas é completamente diferente da forma turca tradicional turca de fazer pratos. Eles tentam reproduzir em máquinas o que somente a experiência de muitos anos, o manuseio e os segredos nas ligas de cada serie faz desses pratos turcos serem tão especiais.  Espero que esse texto que fiz tenha ilustrado legal isso, ficou meio grande, mas agora você estará bem informado sobre o assunto... rs. Vamos para a sua próxima questão...

    2 - A serie Turk é de fato uma série que não tem torneamento algum, é mais "crua" e não tem brilho algum, o prato deste vídeo provavelmente foi limpo por algum produto de pratos e tomou essa tonalidade mais "brilhante, o silicone em líquido deixa os pratos da serie Turk com esse aspecto mais polido por exemplo...
   Essa serie que começa e para no estado original em que todos os pratos começam a tomar "jeito de prato", do jeito que o "cast" dos pratos sai prensado das calandras, vem uma prensa que faz a cúpula e após isso todo o processo para a finalização desses pratos é feita no martelamento manual.
     As cores deste acabamento variam pois para a fundição destes pratos, utiliza-se uma serie de metais e elementos químicos(estanho, bronze, chumbo, prata...), para que sejam feitos "castings" dos pratos, então fica meio impossível de controlar a "uniformidade" das cores que cada prato sai, pois para cada prato desses ser produzido, com todos os elementos que compõem a liga dos pratos sendo elevados a uma temperatura de mais de 1.500°c, é mais que normal que cada prato acabe puxando para uma cor mais "avermelhada" do cobre, ou mais "azulada" e escura do estanho. Pois a liga composta por todos estes elementos nunca sai totalmente uniforme e misturada... E acho que isso é o mais legal desse tipo de prato, cada um sai de um jeito único, e sempre visualmente maravilhosos.

   3 - Em relação aos valores dos pratos da Istanbul Mehmet no Brasil, é válido lembrar que estamos no BRASIL...rs... Infelizmente trabalhar de forma legal, pagando os devidos impostos, sempre faz com que os preços destes pratos cheguem aqui mais alto do que chegam em qualquer outro lugar d mundo.
    O que rola também é que esses pratos não são tão baratos mesmo na tabela de fabrica, a Istanbul Mehmet faz os pratos turcos mais bem acabados do mercado de pratos handmade, isso não só eu posso te afirmar, assim como todos as pessoas que tem contato com esses pratos. Tudo nos pratos da Istanbul Mehmet vem numa excelência de acabamento digna dos pratos da Meinl, que junto com os pratos da Istanbul Mehmet, fazem em minha opinião os pratos mais bonitos e bem acabados do mundo.
    Pagasse um pouco a mais, porém tenha certeza de que você vai adquirir pratos visualmente perfeitos, mas que sobre tudo tem a sonoridade dos melhores pratos handmade do mundo. Se pegarmos por base um hat K Dark - Zildjian de "14, um hat desse sai na faixa de R$ 1.400, Como você bem citou,  com um hat Istanbul Mehmet - Sultan de "14 saindo por R$ 950.00, nessa você já economizou por baixo R$ 450.00, praticamente o valor de um crash da serie Traditional de "15... Além de você estar adquirindo um prato que carrega toda uma história, uma tradição, não tenha dúvidas de que sonoramente você também ganhar muito.
    Em minha sincera opinião estes pratos ainda assim custam um valor honesto dentro daquilo que eles realmente são. Pois são mais baratos que estes pratos tops de marcas tradicionais, porém são pratos mega especiais, tanto visualmente como sonoramente.



   4 - Acho que pela resposta número 2 você consegue deduzir melhor o lance da coloração diferente de pratos turcos não torneados, cada um é um, cada um é único...


    Bem maninho, tentei tirar o máximo possível de suas dúvidas, espero ter conseguido, me desculpe pelo longo texto, é que prefiro dar uma informação completa do que derrepente ser mais óbvio porém deixando margem para possíveis dúvidas, mas se ainda houver qualquer dúvida não exite em perguntar!!!

   Na resposta dois e em todo o texto eu precisei usar alguns termos técnicos para falar da produção dos pratos("cast", "calandra"), caso  você queira entender legal esse lance da produção desses pratos, dê uma olhada no tópico que fiz sobre as fabricas da Istanbul Mehmet e Amedia Cymbals, fabricas que represento e que tive a grande oportunidade de conhecer pessoalmente numa viagem que fiz em fevereiro. Segue o link...



    http://www.batera.com.br/forum/forum_posts.asp?TID=56324


    Vou deixar aqui também o link do tópico de dúvidas a respeito dos pratos da Istanbul Mehmet, aqui você encontra várias informações, fotos, videos gravados dos pratos...


   http://www.batera.com.br/forum/forum_posts.asp?TID=51745
 

    E por último deixarei meus contatos para facilitarmos nossa comunicação, estou a seu dispor para qualquer dúvida sobre as linhas de pratos, bem como para a aquisição dos mesmos.
   Desde ja agradeço o seu interesse em pesquisar as linhas de pratos da Istanbul Mehmet, o melhor jeito de conhecer esses pratos é perguntando mesmo maninho, qualquer dúvida é só dar um grito. um abração!!!

 
    Anderson Alves
    Representante Istanbul Mehmet e Amedia Cymbals
    E-mail:
andi01x@gmail.com
    MSN: alves@unifieo.br
    Fone:(11) 9582-4383

Editado por Anderson Alves - 07/12/10 as 04:56


Voltar ao Topo
RAFAEL DESO Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar

Cadastrado em: 14/06/10
Localização: Teresina/SRN-PI
Status: Desconectado
Pontos: 1545
Link direto para este Post Postado: 07/12/10 as 05:03
Pow!! q aula!!!! Anderson como sempre muito atencioso!!
abração...
"Até as maiores torres um dia começaram de baixo"









Voltar ao Topo
Ontherocks Ver Drop Down
Iniciantes
Iniciantes


Cadastrado em: 17/11/10
Status: Desconectado
Pontos: 37
Link direto para este Post Postado: 07/12/10 as 05:29
Anderson, só tenho a agradecer sua paciência em produzir um texto assim, completo nas idéias e trazendo conhecimento o que é mais importante. Mesmo se tivesse 5 paginas eu preferiria lê-lo ao invés de informações soltas e muito resumidas.
 
Entendi perfeitamente seu raciocínio sobre a dificuldade de comparação por conta de um processo fabril radicalmente diferente. E quanto a parte histórica do texto ficou show para entender porque da existencia Istanbul Agop e Mehmet.
 
A questão dos valores dos produtos Mehmet foi na verdade um raciocinio em dólar que de certa forma, como vc bem disse, não estava considerando as vantagens em relação ao acabamento e sonoridade diferenciados.
 
O que posso te dizer é que estou bem motivado a experimentar os pratos Mehmet. Enviarei mensagem através de e-mail ou até mesmo te telefonar para ver o que vc pode fazer por mim com relação a alguns Rides e Hi Hats que gostei bastante da sonoridade.
 
Obrigado por compartilhar seu conhecimento com todos aqui
 
Originalmente postado por Anderson Alves Anderson Alves escreveu:


  
      Boa noite maninho, meu nome é Anderson Alves, sou um representante oficial da Istanbul Mehmet no Brasil e vou tentar responder todas as suas dúvidas.

    1- Tanto a Zildjian como a Sabian tem em suas linhas de pratos, linhas ditas como "handmade", mas para você entender todo esse processo vale lembrarmos um pouco da história..., A Zildjian é a fábrica de pratos mais antiga do mundo, começou a  fazer pratos em 1623, desde o império  Ottomana, a Zildjian teve origem em Istanbul na Turquia e seu nome original era K.Zildjian.Co, porém em 1928 dois membros da família foram para os E.U.A e fundaram a Avedis Zildjian Co.
    Durante um bom tempo as duas fábricas se mantiveram em produção, uma na Turquia e a outra nos E.U.A, a fabrica turca sempre fez seus pratos da forma tradicional turca, totalmente handmade, usando as receitas das ligas que eram passadas geração a geração... A Fabrica americana se baseava no processo turco, porém desde o início seus pratos sempre foram feitos de forma semi-manual... Ou seja, baseado na forma turca mas com maquinários fazendo sempre o que na Turquia era feito de forma totalmente rudimentar e manual.
    Por volta de 1968 a família Zildjian dos E.U.A obteve o direito total do nome Zildjian para fins comerciais, obrigando a fabrica da Turquia a fechar as portas, nesta época quem comandava as linhas de produções da fabrica turca eram o cymbalsmiths mais experientes da linha de produção, o Sr. Mehmet Tamdeger, que começou a trabalhar na fabrica com 9 anos de idade e o Sr. Agop Tomurcuk, após o fechamentos os dois se juntaram e deram inicio a marca de pratos Zildjiler, que posteriormente mudou o seu nome para Istanbul Cymbals. Vale lembrar que a Sabian foi fundada também por uma pessoa da família Zildjian americana, Robert Zildjian, que em 1977 fundou a Sabian no Canadá.
   
    A Istanbul Cymbals começou então a fabricação de seus pratos nos anos 70, em 1997, o Sr. Agop, sócio do Sr. Mehmet faleceu, com isso os filhos do Agop queriam a sua parte na fábrica, foi então decidido que a fabrica original se manteria com o nome Istanbul Mehmet e que seria feita uma nova fabrica para que os filhos do Agop pudessem assumir os negócios do pai, nasce dai a Istanbul Agop...

    Bem, eu fiz esta síntese da história da Istanbul e da Zildjian para que você compreendesse que por mais que a origem de uma começa onde "acaba" a outra, e que por mais que os processos de fabricação de uma fabrica remetam ao processo da outra, a forma tradicional turca de fazer pratos é completamente diferente da forma como a Zildjian hoje em dia fabrica os seus pratos, mesmo as linhas mais tops como a K, Constantinople...  São feitas num processo que envolve máquinas que reproduzem pneumaticamente o processo de martelamento, torneamento, similares ao processo tradicional turco, mas que sobre tudo é em maquinários. Com pouquíssimo  processo manual envolvido.
    A Istanbul Mehmet é até hoje comandada pelas mãos de ferro do Sr. Mehmet Tamdeger, que como eu disse iniciou seu trabalho com pratos ainda com 9 anos de idade na lendária fabrica da Zildjian na Turquia, por isso muitos especialistas dizem que a Istanbul Mehmet é "a Zildjian que não existe mais", que tanto inspirou os lendários bateristas de jazz das décadas de 40 e 50 com seus pratos da serie K, que são hoje verdadeiras raridades e custam uma nota no e-bay... A Istanbul Mehmet carrega até hoje o know-how do Sr. Mehmet, mantendo viva a tradicional forma turca de se fazer pratos num processo que é totalmente rústico, porém mantendo o padrão de qualidade e buscando sempre estar por dentro daquilo que o mercado atual necessita e exige.

   Percebe como colocar estas linhas ditas "handmade" de pratos da Zildjian e da Sabian num pé de igualdade com pratos da Istanbul é algo que no fim das contas  fica meio impossível maninho?!? Não por um ser melhor ou pior que o outro, é que hoje essas marcas praticam uma forma de produção que no fim das contas é completamente diferente da forma turca tradicional turca de fazer pratos. Eles tentam reproduzir em máquinas o que somente a experiência de muitos anos, o manuseio e os segredos nas ligas de cada serie faz desses pratos turcos serem tão especiais.  Espero que esse texto que fiz tenha ilustrado legal isso, ficou meio grande, mas agora você estará bem informado sobre o assunto... rs. Vamos para a sua próxima questão...

    2 - A serie Turk é de fato uma série que não tem torneamento algum, é mais "crua" e não tem brilho algum, o prato deste vídeo provavelmente foi limpo por algum produto de pratos e tomou essa tonalidade mais "brilhante, o silicone em líquido deixa os pratos da serie Turk com esse aspecto mais polido por exemplo...
   Essa serie que começa e para no estado original em que todos os pratos começam a tomar "jeito de prato", do jeito que o "cast" dos pratos sai prensado das calandras, vem uma prensa que faz a cúpula e após isso todo o processo para a finalização desses pratos é feita no martelamento manual.
     As cores deste acabamento variam pois para a fundição destes pratos, utiliza-se uma serie de metais e elementos químicos(estanho, bronze, chumbo, prata...), para que sejam feitos "castings" dos pratos, então fica meio impossível de controlar a "uniformidade" das cores que cada prato sai, pois para cada prato desses ser produzido, com todos os elementos que compõem a liga dos pratos sendo elevados a uma temperatura de mais de 1.500°c, é mais que normal que cada prato acabe puxando para uma cor mais "avermelhada" do cobre, ou mais "azulada" e escura do estanho. Pois a liga composta por todos estes elementos nunca sai totalmente uniforme e misturada... E acho que isso é o mais legal desse tipo de prato, cada um sai de um jeito único, e sempre visualmente maravilhosos.

   3 - Em relação aos valores dos pratos da Istanbul Mehmet no Brasil, é válido lembrar que estamos no BRASIL...rs... Infelizmente trabalhar de forma legal, pagando os devidos impostos, sempre faz com que os preços destes pratos cheguem aqui mais alto do que chegam em qualquer outro lugar d mundo.
    O que rola também é que esses pratos não são tão baratos mesmo na tabela de fabrica, a Istanbul Mehmet faz os pratos turcos mais bem acabados do mercado de pratos handmade, isso não só eu posso te afirmar, assim como todos as pessoas que tem contato com esses pratos. Tudo nos pratos da Istanbul Mehmet vem numa excelência de acabamento digna dos pratos da Meinl, que junto com os pratos da Istanbul Mehmet, fazem em minha opinião os pratos mais bonitos e bem acabados do mundo.
    Pagasse um pouco a mais, porém tenha certeza de que você vai adquirir pratos visualmente perfeitos, mas que sobre tudo tem a sonoridade dos melhores pratos handmade do mundo. Se pegarmos por base um hat K Dark - Zildjian de "14, um hat desse sai na faixa de R$ 1.400, Como você bem citou,  com um hat Istanbul Mehmet - Sultan de "14 saindo por R$ 950.00, nessa você já economizou por baixo R$ 450.00, praticamente o valor de um crash da serie Traditional de "15... Além de você estar adquirindo um prato que carrega toda uma história, uma tradição, não tenha dúvidas de que sonoramente você também ganhar muito.
    Em minha sincera opinião estes pratos ainda assim custam um valor honesto dentro daquilo que eles realmente são. Pois são mais baratos que estes pratos tops de marcas tradicionais, porém são pratos mega especiais, tanto visualmente como sonoramente.



   4 - Acho que pela resposta número 2 você consegue deduzir melhor o lance da coloração diferente de pratos turcos não torneados, cada um é um, cada um é único...


    Bem maninho, tentei tirar o máximo possível de suas dúvidas, espero ter conseguido, me desculpe pelo longo texto, é que prefiro dar uma informação completa do que derrepente ser mais óbvio porém deixando margem para possíveis dúvidas, mas se ainda houver qualquer dúvida não exite em perguntar!!!

   Na resposta dois e em todo o texto eu precisei usar alguns termos técnicos para falar da produção dos pratos("cast", "calandra"), caso  você queira entender legal esse lance da produção desses pratos, dê uma olhada no tópico que fiz sobre as fabricas da Istanbul Mehmet e Amedia Cymbals, fabricas que represento e que tive a grande oportunidade de conhecer pessoalmente numa viagem que fiz em fevereiro. Segue o link...



    http://www.batera.com.br/forum/forum_posts.asp?TID=56324


    Vou deixar aqui também o link do tópico de dúvidas a respeito dos pratos da Istanbul Mehmet, aqui você encontra várias informações, fotos, videos gravados dos pratos...


   http://www.batera.com.br/forum/forum_posts.asp?TID=51745
 

    E por último deixarei meus contatos para facilitarmos nossa comunicação, estou a seu dispor para qualquer dúvida sobre as linhas de pratos, bem como para a aquisição dos mesmos.
   Desde ja agradeço o seu interesse em pesquisar as linhas de pratos da Istanbul Mehmet, o melhor jeito de conhecer esses pratos é perguntando mesmo maninho, qualquer dúvida é só dar um grito. um abração!!!

 
    Anderson Alves
    Representante Istanbul Mehmet e Amedia Cymbals
    E-mail:
andi01x@gmail.com
    MSN: alves@unifieo.br
    Fone:(11) 9582-4383
Voltar ao Topo
AHM Ver Drop Down
Seniors
Seniors


Cadastrado em: 13/04/05
Status: Desconectado
Pontos: 1276
Link direto para este Post Postado: 07/12/10 as 06:20
Nelson, tenho 2 crashes Mehmet, um Sultan de 18, e um Radiant de 16.Não troco e nem vendo por nada.Estão acima da perfeição.Quando você pegar um na mão você vai ver.
esse hat Sultan que você postou é Istanbul Agop e não Mehmet ,e outra, ali o avermelhado é mais questão de regulagem de câmera ,do que qualquer outra coisa.O mehmet é ligeiramente diferente e a silkagem da logo é outra.Veja aqui :


De resto, o careca falou tudo, vai na dele que o cara é ponta firme.

Abs


Voltar ao Topo
Ontherocks Ver Drop Down
Iniciantes
Iniciantes


Cadastrado em: 17/11/10
Status: Desconectado
Pontos: 37
Link direto para este Post Postado: 08/12/10 as 04:38
Adriano, prazer poder trocar umas idéias, apesar de tocando batera ha um "tempinho", sou novato na timbragem dos turcos. Conto com as opiniões de caras como vc e os demais já apreciadores dos turcos para que eu aprenda mais.
 
Hoje foi meu primeiro contato tocando pra valer um ride Turk 20" Istanbul Mehmet ensaiando com banda.
Tava com muito receio de nao me adaptar a ele, e que o som não se adaptasse ao Set que já tinha.
 
Como estou aliviado rsrsrs. Timbre maravilhoso, cúpula que se apresenta com facilidade nas melodias, lindo, lindo......
 
Mandei um e-mail pro Andi agradecendo as informações e fazendo uma pequena consultoria com ele. Acho que em breve tentarei expandir meu singelo set turco com soluções para Hi hats, crashes e splash.
 
Amigo esse seu RADIANT é simplesmente lindo. Vi a sonoridade de um 18" no youtube que me impressionou fortemente. Estou super tentado a investir em crash e splash nesta linha.
 
Obrigado pela força
 
Originalmente postado por AHM AHM escreveu:

Nelson, tenho 2 crashes Mehmet, um Sultan de 18, e um Radiant de 16.Não troco e nem vendo por nada.Estão acima da perfeição.Quando você pegar um na mão você vai ver.
esse hat Sultan que você postou é Istanbul Agop e não Mehmet ,e outra, ali o avermelhado é mais questão de regulagem de câmera ,do que qualquer outra coisa.O mehmet é ligeiramente diferente e a silkagem da logo é outra.Veja aqui :


De resto, o careca falou tudo, vai na dele que o cara é ponta firme.

Abs


Voltar ao Topo
A.Guerra Ver Drop Down
Avançados
Avançados
Avatar

Cadastrado em: 25/02/10
Localização: São Caetano Sul
Status: Desconectado
Pontos: 312
Link direto para este Post Postado: 08/12/10 as 13:30
Puta aula hein Anderson....
Isso que faz a diferença entre o pre e pós venda...rs
 
Abs a todos
Voltar ao Topo
 Responder Responder
  Compartilhar Tópico   

Ir para o Fórum Permissões do Fórum Ver Drop Down



Esta página foi carregada em 0.172 segundos.