Batera.com.br
Fórum Inicial Fórum Inicial > Fóruns Públicos > Produtos e Marcas
  Novas Mensagens Novas Mensagens RSS Feed - Bateria Nova e a Substituição Tributária
  FAQ FAQ  Pesquisar no Fórum   Eventos   Registrar Registrar  Entrar Entrar

Tópico FechadoBateria Nova e a Substituição Tributária

 Responder Responder Página  12>
Autor
Mensagem
  Tópico Pesquisar Tópico Pesquisar  Opções do Tópico Opções do Tópico
BomBatera Ver Drop Down
Iniciantes
Iniciantes


Cadastrado em: 13/08/08
Status: Desconectado
Pontos: 44
Link direto para este Post Tópico: Bateria Nova e a Substituição Tributária
    Postado: 13/03/09 as 22:19
Caros amigos:
Em abril faço aniversário e estou juntando cada centavo para realizar um sonho. Quero comprar uma dw collectors ou uma Pearl Reference. Estou meio encucado porque ouvi dizer que em abril vai ter uma tal de Substituição Tributária que vai alterar os preços dos intrumentos musicais. Alguém sabe alguma coisa sobre isso?????
Abraços!
BomBatera
Voltar ao Topo
Links Patrocinados


Voltar ao Topo
diogomuniche Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar

Cadastrado em: 16/09/08
Localização: SBC, São Paulo
Status: Desconectado
Pontos: 1163
Link direto para este Post Postado: 13/03/09 as 22:28
Cara, eu tentei procurar alguma coisa sobre aqui na net, e não encontrei nada não! Mas te desejo sorte desde já, pq são duas puta bateras!!
Voltar ao Topo
Alayr Jr. Ver Drop Down
Experts
Experts
Avatar
Melhor Tópico 2009/Batera + Bonita 2010

Cadastrado em: 26/08/04
Localização: Brazil
Status: Desconectado
Pontos: 5666
Link direto para este Post Postado: 13/03/09 as 22:45
Cara, tem um fulano vendendo uma Reference nos classificados por 10 k. Tá barato tá barato......
Voltar ao Topo
Nando Rondelli Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar

Cadastrado em: 09/12/07
Localização: São Paulo ,SP
Status: Desconectado
Pontos: 2220
Link direto para este Post Postado: 13/03/09 as 22:51
No caso seria esse http://www.batera.com.br/classificados/anuncio.aspx?aid=27124
E com bags ainda.
Ai, ai se eu tivesse $$$$$...
Curtindo cada batida imperfeita

Blog: O Devaneio Nú
Voltar ao Topo
reis Ver Drop Down
Experts
Experts
Avatar

Cadastrado em: 26/06/04
Localização: Bicas-MG
Status: Desconectado
Pontos: 10376
Link direto para este Post Postado: 13/03/09 as 23:35
vi este anuncio e fiquei boquiaberto...está num precinho óóóóóóó! "bão demais sô"....
 pra quem jah tem a grana é uma ótima oportunidade.....
YAMAHA Stage Custom
8",10",12"14",20",cx 14"
ZILDJIAN
K Custom Dark hat's 13
k Custom splash 10"
K splash 12"
K Thin Crash 15"
K Medium Thin Crash 16"
K Custom Dry Ride 20"
Wuhan china 18"
Voltar ao Topo
Douglas Trigo Ver Drop Down
Experts
Experts
Avatar

Cadastrado em: 23/09/07
Localização: Paulínia/SP
Status: Desconectado
Pontos: 6929
Link direto para este Post Postado: 14/03/09 as 00:25
 Esta abaixo da tabela eheheh, mais é grana em, ave maria ehhehe! Eu acho a Pearl Reference mais top do que a Collectors!
Voltar ao Topo
Larry Mullen Ver Drop Down
Moderadores
Moderadores
Avatar

Cadastrado em: 05/01/04
Localização: Niterói, RJ
Status: Desconectado
Pontos: 7537
Link direto para este Post Postado: 14/03/09 as 05:00
É, tá tão barato que eu desconfio!
U2 theknutz.com
Voltar ao Topo
diogomuniche Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar

Cadastrado em: 16/09/08
Localização: SBC, São Paulo
Status: Desconectado
Pontos: 1163
Link direto para este Post Postado: 14/03/09 as 07:09
Aproveitando a deixa, eu queria era essa pele de resposta branca da Pearl.... alguem sabe onde posso comprar??

Voltar ao Topo
DaniloS Ver Drop Down
Experts
Experts
Avatar
"Melhor Vídeo - 2010"

Cadastrado em: 30/08/08
Localização: RS
Status: Desconectado
Pontos: 5137
Link direto para este Post Postado: 14/03/09 as 14:04
Originalmente postado por Nandrummer Nandrummer escreveu:

Ai, ai se eu tivesse $$$$$...
2
Voltar ao Topo
MrJones Ver Drop Down
Seniors
Seniors


Cadastrado em: 12/10/07
Localização: Castro PR
Status: Desconectado
Pontos: 856
Link direto para este Post Postado: 14/03/09 as 17:47
Originalmente postado por DaniloS DaniloS escreveu:

Originalmente postado por Nandrummer Nandrummer escreveu:

Ai, ai se eu tivesse $$$$$...
2
 
 
3
Voltar ao Topo
Douglas Trigo Ver Drop Down
Experts
Experts
Avatar

Cadastrado em: 23/09/07
Localização: Paulínia/SP
Status: Desconectado
Pontos: 6929
Link direto para este Post Postado: 14/03/09 as 18:02
Originalmente postado por diogomuniche diogomuniche escreveu:

Aproveitando a deixa, eu queria era essa pele de resposta branca da Pearl.... alguem sabe onde posso comprar??
 
 Já vi a venda na Musical Grellmann e no Mercado Livre, não sei se está disponivel ainda!
Voltar ao Topo
diogomuniche Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar

Cadastrado em: 16/09/08
Localização: SBC, São Paulo
Status: Desconectado
Pontos: 1163
Link direto para este Post Postado: 14/03/09 as 18:53
Originalmente postado por douglas_t douglas_t escreveu:

Originalmente postado por diogomuniche diogomuniche escreveu:

Aproveitando a deixa, eu queria era essa pele de resposta branca da Pearl.... alguem sabe onde posso comprar??
 
 Já vi a venda na Musical Grellmann e no Mercado Livre, não sei se está disponivel ainda!

Na Grellmann tem mas é de 22" meu bumbo é de 20". Vou continuar a busca!! Valeu!
Voltar ao Topo
Douglão Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar

Cadastrado em: 10/08/07
Localização: Mogi das Cruzes
Status: Desconectado
Pontos: 2968
Link direto para este Post Postado: 15/03/09 as 08:34
Cara, rolou ha algum tempo essa história de tributação pra comprar instrumentos, mas nunca entrou em vigor, e também nunca mais ouviu-se falar...
 
Sobre a Reference dos classificados ta uma pechincha hein??? Se tiver 10k no bolso da pra ir na boa hein...
 
Boa sorte na compra amigo, só não vá esquecer de postar as fotos depois aqui no "Mostre seu kit"!! Abração!!
Vendo Paiste Dimensions Medium Cool Ride 20" zerado, sem nem marcas de baqueta!!! - Envie MP!!!
Voltar ao Topo
goedert Ver Drop Down
Experts
Experts
Avatar
bateraclube.com.br

Cadastrado em: 20/09/03
Localização: Brazil
Status: Desconectado
Pontos: 40739
Link direto para este Post Postado: 15/03/09 as 15:35
Sim, isso vai acontecer, começa agora no dia 2 de Abril, algo assim.

Sinceramente apesar de eu ficar sabendo de muitos fatos, não dá pra sacar ainda ao certo o qto isso irá prejudicar nos preços, prefiro esperar e comprar mais pra frente, para assim avaliarmos essa substituição. Na verdade foi apenas uma forma de eles darem uma DETONADA nas Micro Empresas, e "amarrar" ainda mais as LTDA... mas vamos ver.

Cada um terá que dar os seus pulos e buscar alternativas para manter ou ainda melhorarem os preços!

Voltar ao Topo
BomBatera Ver Drop Down
Iniciantes
Iniciantes


Cadastrado em: 13/08/08
Status: Desconectado
Pontos: 44
Link direto para este Post Postado: 16/03/09 as 14:43
Obrigado e um abraço!!!
BomBatera
Voltar ao Topo
BomBatera Ver Drop Down
Iniciantes
Iniciantes


Cadastrado em: 13/08/08
Status: Desconectado
Pontos: 44
Link direto para este Post Postado: 16/03/09 as 14:47
Agradeço à todos pela força!!!
Será que vai aumentar mesmo os preços???
Se eu esperar Abril então terei que pagar mais pela batera???
Alguém sabe algo sobre isso???
 
Abraços e obrigado pelo HELP!!! 
BomBatera
Voltar ao Topo
goedert Ver Drop Down
Experts
Experts
Avatar
bateraclube.com.br

Cadastrado em: 20/09/03
Localização: Brazil
Status: Desconectado
Pontos: 40739
Link direto para este Post Postado: 16/03/09 as 21:18
Originalmente postado por BomBatera BomBatera escreveu:

Agradeço à todos pela força!!!
Será que vai aumentar mesmo os preços???
Se eu esperar Abril então terei que pagar mais pela batera???
Alguém sabe algo sobre isso???
 
Abraços e obrigado pelo HELP!!! 


Depende meu chapa!

Tem loja que vai aumentar o preço mesmo tendo comprado no lote antigo
Tem loja que terá o produto ainda no preço antigo
Tem loja que vai engolir o aumento sozinha
Tem loja que vai comprar melhor e ainda ter preços bons
Tem loja que vai repassar o aumento só qdo repor o estoque

e por aí vai...
Voltar ao Topo
BomBatera Ver Drop Down
Iniciantes
Iniciantes


Cadastrado em: 13/08/08
Status: Desconectado
Pontos: 44
Link direto para este Post Postado: 17/03/09 as 14:06
É pessoal, acho que vai doer um pouco no nosso bolso. Sempre as lojas repassam algum aumento para nós. Acho que é melhor antecipar a compra antes de Abril para não pagar mais pelo mesmo instrumento. Alguém sugere algo???
Abraços!!!
BomBatera
Voltar ao Topo
gustavoteixeira Ver Drop Down
Experts
Experts
Avatar

Cadastrado em: 19/03/06
Localização: Brazil
Status: Desconectado
Pontos: 4121
Link direto para este Post Postado: 19/03/09 as 20:36
Para quem quer comprar uma destas baterias, alteração tributária não seria problemas, não acha? brincadeira!
 Mas não sei nada disso não!  só sei que depois que o Lula entregar o Brasil falido para o próximo presidente a coisa vai ficar feia!
Voltar ao Topo
kruguer_pmd Ver Drop Down
Avançados
Avançados
Avatar

Cadastrado em: 25/02/07
Localização: Bahia
Status: Desconectado
Pontos: 365
Link direto para este Post Postado: 23/03/09 as 01:15
Também gostaria de saber como que os preços ficarão, pois estou querendo adquirir uma Td-4k e não achei nada ainda sobre essa substituição! No mais, aguardo... enquanto passeio pelo fórum, adquirindo informações, tirando dúvidas e postando de vez em quando!
Abraços!Smile
Voltar ao Topo
BomBatera Ver Drop Down
Iniciantes
Iniciantes


Cadastrado em: 13/08/08
Status: Desconectado
Pontos: 44
Link direto para este Post Postado: 23/03/09 as 14:23

Sim meus caros amigos, pelo que estou entendendo, vai ter aumento sim!!! Isso terá início no dia 1º de abril e não é mentira!!! Por favor se souberem o quanto será repassado ao nosso bolso em %'s... avisem!!! Acho que é hora de antecipar as compras de instrumentos em  geral!!! O que vc's acham???

Abraços!!!  
BomBatera
Voltar ao Topo
Maurício Mallmann Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar

Cadastrado em: 11/03/06
Localização: Lajeado
Status: Desconectado
Pontos: 1023
Link direto para este Post Postado: 23/03/09 as 15:11
Chega a ser palhaçada isso...

Não bastasse os preços ficarem flutuantes... em função do dólar... sempre subindo...
Agora me aparece essa de tributação nova...
PQP!

E a gente continua ganhando a mesma merda...

Angry
:)
Voltar ao Topo
gustavoteixeira Ver Drop Down
Experts
Experts
Avatar

Cadastrado em: 19/03/06
Localização: Brazil
Status: Desconectado
Pontos: 4121
Link direto para este Post Postado: 23/03/09 as 20:09
O lance é esperar para ver e pagar!
Voltar ao Topo
goedert Ver Drop Down
Experts
Experts
Avatar
bateraclube.com.br

Cadastrado em: 20/09/03
Localização: Brazil
Status: Desconectado
Pontos: 40739
Link direto para este Post Postado: 23/03/09 as 21:13
Originalmente postado por mäumäu mäumäu escreveu:

Chega a ser palhaçada isso...

Não bastasse os preços ficarem flutuantes... em função do dólar... sempre subindo...
Agora me aparece essa de tributação nova...
PQP!

E a gente continua ganhando a mesma merda...

Angry


Triste né?! Mas fica tranquilo, todos os lojistas (ou pelo menos a maioria) irá lutar para segurar o máximo possível dos preços, assim como os importadores, mas o negócio é realmente FRUSTRANTE!


Voltar ao Topo
BomBatera Ver Drop Down
Iniciantes
Iniciantes


Cadastrado em: 13/08/08
Status: Desconectado
Pontos: 44
Link direto para este Post Postado: 24/03/09 as 20:09

Alguém sabe se isso é válido para instrumentos importados e nacionais também???????

Abraços!!!

BomBatera
Voltar ao Topo
goedert Ver Drop Down
Experts
Experts
Avatar
bateraclube.com.br

Cadastrado em: 20/09/03
Localização: Brazil
Status: Desconectado
Pontos: 40739
Link direto para este Post Postado: 25/03/09 as 00:16
Originalmente postado por BomBatera BomBatera escreveu:

Alguém sabe se isso é válido para instrumentos importados e nacionais também???????

Abraços!!!



Sim, pra qualquer coisa, nacional ou importado.

Mas pode ficar relax, tudo vai dar certo, no Brasil não estamos em crise, nós VIVEMOS CRISE A VIDA TODA, ou seja, isso que nos faz ter jogo de cintura pra tudo... a grande maioria dos lojistas ainda continuarão com bons preços e bons produtos.


Voltar ao Topo
goedert Ver Drop Down
Experts
Experts
Avatar
bateraclube.com.br

Cadastrado em: 20/09/03
Localização: Brazil
Status: Desconectado
Pontos: 40739
Link direto para este Post Postado: 25/03/09 as 00:18
< ="-" ="text/; =utf-8">< name="ProgId" ="Word.">< name="Generator" ="Microsoft Word 12">< name="Originator" ="Microsoft Word 12">

SE LIGUEM NA LEI E NO OFÍCIO


OFÍCIO GS-CAT Nº 99/2009

Senhor Governador,

Tenho a honra de encaminhar a Vossa Excelência a inclusa minuta de decreto que introduz alterações no Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação - RICMS, aprovado pelo Decreto 45.490, de 30 de novembro de 2000, para implementar, a partir de 1º de abril de 2009, o regime de substituição tributária com retenção antecipada do imposto nas operações com os produtos que especifica.

A referida minuta de decreto acrescenta ao mencionado Regulamento, no Livro II, Titulo I, Capítulo I, as Seções XXIV a XXVII, constituídas pelos artigos 313-Z1 a 313-Z8, que tratam da saída das mercadorias a seguir indicadas, ora incluídas na sistemática da substituição tributária:

- produtos de colchoaria;

- ferramentas;

- bicicletas;

- instrumentos musicais.

A medida estabelece, ainda, que para a determinação da base de cálculo, em caso de inexistência do preço final a consumidor, único ou máximo, autorizado ou fixado por autoridade competente, ou do preço final a consumidor sugerido pelo fabricante ou importador, aprovado e divulgado pela Secretaria da Fazenda, o percentual de margem de valor agregado previsto no artigo 41 do Regulamento do ICMS será o Índice de Valor Adicionado Setorial - IVA-ST, divulgado pela Secretaria da Fazenda com base nas informações prestadas pelos contribuintes.

A medida visa conferir ao Governo Estadual um importante instrumento de política tributária, incluindo os mencionados produtos entre aqueles sujeitos à tributação pelo regime da substituição tributária e dessa forma simplifica as obrigações tributárias relativas à arrecadação do imposto nas mencionadas operações, contribuindo, assim, no reforço da política de desenvolvimento econômico e social e na competitividade da economia paulista.

Com essas justificativas e propondo a edição de decreto conforme a minuta, aproveito o ensejo para reiterar-lhe meus protestos de estima e alta consideração.

Mauro Ricardo Machado Costa
Secretário da Fazenda

Excelentíssimo Senhor
Doutor JOSÉ SERRA
Digníssimo Governador do Estado de São Paulo

Palácio dos Bandeirantes

 

 

 

DECRETO Nº 54.105, DE 12 DE MARÇO DE 20099

(DOE 13-03-2009)

Introduz alterações no Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação - RICMS

JOSÉ SERRA, Governador do Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais e tendo em vista o disposto no artigo 8°, incisos XXXIX, XL, XLV e XLVII, da Lei 6.374/89, de 1° de março de 1989, Decreta:

Artigo 1° - Ficam acrescentados os dispositivos adiante indicados ao Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação - RICMS, aprovado pelo Decreto 45.490, de 30 de novembro de 2000, com a seguinte redação:

I - ao Capítulo I do Título II do Livro II, a Seção XXIV, composta pelos artigos 313-Z1 e 313-Z2:

"SEÇÃO XXIV
DAS OPERAÇÕES COM PRODUTOS DE COLCHOARIA

Artigo 313-Z1 - Na saída das mercadorias arroladas no § 1° com destino a estabelecimento localizado em território paulista, fica atribuída a responsabilidade pela retenção e pelo pagamento do imposto incidente nas saídas subseqüentes (Lei 6.374/89, arts. 8°, XXXIX e § 8°, 1, e 60, I):

I - a estabelecimento de fabricante ou de importador ou a arrematante de mercadoria importada do exterior e apreendida, localizado neste Estado;

II - a qualquer estabelecimento localizado em território paulista que receber mercadoria referida neste artigo diretamente de outro Estado sem a retenção antecipada do imposto.

§ 1° - O disposto neste artigo aplica-se exclusivamente às mercadorias adiante indicadas, classificadas nas seguintes posições, subposições ou códigos da Nomenclatura Brasileira de Mercadorias - Sistema Harmonizado - NBM/SH:

1 - suportes elásticos para cama, 9404.10.00;

2 - colchões, inclusive Box, 9404.2;

3 - travesseiros e pillow, 9404.90.00.

§ 2º - Na hipótese do inciso II:

1 - o imposto incidente na operação própria e nas subseqüentes será pago no período de apuração em que tiver ocorrido a entrada da mercadoria no estabelecimento, com observância do disposto no artigo 277;

2 - na saída da mercadoria do estabelecimento será emitido documento fiscal nos termos do artigo 274 e escriturado o livro Registro de Saídas na forma do artigo 278;

3 - no tocante ao imposto pago de acordo com o item 1, aplicar-se-á o disposto no inciso VI do artigo 63 e no artigo 269.

Artigo 313-Z2 - Para determinação da base de cálculo, em caso de inexistência do preço final a consumidor, único ou máximo, autorizado ou fixado por autoridade competente, ou do preço final a consumidor sugerido pelo fabricante ou importador, aprovado e divulgado pela Secretaria da Fazenda, o percentual de margem de valor agregado previsto no artigo 41 será o Índice de Valor Adicionado Setorial - IVA-ST, divulgado pela Secretaria da Fazenda com base nas informações prestadas pelos contribuintes (Lei 6.374/89, arts. 28 e 28-A, na redação da Lei 12.681/07, art. 1°, II e III, e arts. 28-B e 28-C, acrescentados pela Lei 12.681/07, art. 2°, II e III)." (NR);

II - ao Capítulo I do Título II do Livro II, a Seção XXV, composta pelos artigos 313-Z3 e 313-Z4:

"SEÇÃO XXV
DAS OPERAÇÕES COM FERRAMENTAS

Artigo 313-Z3 - Na saída das mercadorias arroladas no § 1° com destino a estabelecimento localizado em território paulista, fica atribuída a responsabilidade pela retenção e pelo pagamento do imposto incidente nas saídas subseqüentes (Lei 6.374/89, arts. 8°, XL, e § 8°, 1, e 60, I):

I - a estabelecimento de fabricante ou de importador ou a arrematante de mercadoria importada do exterior e apreendida, localizado neste Estado;

II - a qualquer estabelecimento localizado em território paulista que receber mercadoria referida neste artigo diretamente de outro Estado sem a retenção antecipada do imposto.

§ 1° - O disposto neste artigo aplica-se exclusivamente às mercadorias adiante indicadas, classificadas nas seguintes posições, subposições ou códigos da Nomenclatura Brasileira de Mercadorias - Sistema Harmonizado - NBM/SH:

1 - ferramentas de borracha vulcanizada não endurecida, 4016.99.90;

2 - ferramentas, armações e cabos de ferramentas, de madeira, 4417.00.10 e 4417.00.90;

3 - mós e artefatos semelhantes, sem armação, para moer, desfibrar, triturar, amolar, polir, retificar ou cortar; pedras para amolar ou para polir, manualmente, e suas partes, de pedras naturais, de abrasivos naturais ou artificiais aglomerados ou de cerâmica, mesmo com partes de outras matérias, 6804;

4 - pás, alviões, picaretas, enxadas, sachos, forcados e forquilhas, ancinhos e raspadeiras; machados, podões e ferramentas semelhantes com gume; tesouras de podar de todos os tipos; foices e foicinhas, facas para feno ou para palha, tesouras para sebes, cunhas e outras ferramentas manuais para agricultura, horticultura ou silvicultura, 8201;

5 - serras manuais; folhas de serras de todos os tipos (incluídas as fresas-serras e as folhas não dentadas para serrar), 8202;

6 - limas, grosas, alicates (mesmo cortantes), tenazes, pinças, cisalhas para metais, corta-tubos, cortapinos, saca-bocados e ferramentas semelhantes, manuais (exceto os produtos do subitem 24.25), 8203;

7 - chaves de porcas, manuais (incluídas as chaves dinamométricas); chaves de caixa intercambiáveis, mesmo com cabos, 8204;

8 - ferramentas manuais (incluídos os diamantes de vidraceiro) não especificadas nem compreendidas em outras posições, lamparinas ou lâmpadas de soldar (maçaricos) e semelhantes; tornos de apertar, sargentos e semelhantes, exceto os acessórios ou partes de máquinas-ferramentas; bigornas; forjas-portáteis; mós com armação, manuais ou de pedal, 8205;

9 - ferramentas de pelo menos duas das posições 82.02 a 82.05, acondicionadas em sortidos para venda a retalho, 8206;

10 - ferramentas intercambiáveis para ferramentas manuais, mesmo mecânicas, ou para máquinas-ferramentas (por exemplo: de embutir, estampar, puncionar, roscar, furar, mandrilar, brochar, fresar, tornear, aparafusar), incluídas as fieiras de estiragem ou de extrusão, para metais, e as ferramentas de perfuração ou de sondagem, exceto forma ou gabarito de produtos em epoxy, 8207;

11 - facas e lâminas cortantes, para máquinas ou para aparelhos mecânicos, 8208;

12 - plaquetas, varetas, pontas e objetos semelhantes para ferramentas, não montados, de ceramais ("cermets"), 8209;

13 - facas (exceto as da posição 82.08) de lâmina cortante ou serrilhada, incluídas as podadeiras de lâmina móvel, e suas lâminas, exceto as de uso doméstico, 8211;

14 - tesouras e suas lâminas, 8213;

15 - instrumentos e aparelhos de geodésia, topografia, agrimensura, nivelamento, fotogrametria, hidrografia, oceanografia, hidrologia, meteorologia ou de geofísica, exceto bússulas; telêmetros, 9015;

16 - instrumentos de desenho, de traçado ou de cálculo; metros, micrômetros, paquímetros, calibres e semelhantes; partes e acessórios, 9017.20.00, 9017.30, 9017.80 e 9017.90.90;

17 - termômetros, exceto os clínicos, suas partes e acessórios, 9025.11.90 e 9025.90.90;

18 - pirômetros, suas partes e acessórios, 9025.19 e 9025.90.90.

§ 2° - Na hipótese do inciso II:

1 - o imposto incidente na operação própria e nas subseqüentes será pago no período de apuração em que tiver ocorrido a entrada da mercadoria no estabelecimento, com observância do disposto no artigo 277;

2 - na saída da mercadoria do estabelecimento será emitido documento fiscal nos termos do artigo 274 e escriturado o livro Registro de Saídas na forma do artigo 278;

3 - no tocante ao imposto pago de acordo com o item 1, aplicar-se-á o disposto no inciso VI do artigo 63 e no artigo 269.

Artigo 313-Z4 - Para determinação da base de cálculo, em caso de inexistência do preço final a consumidor, único ou máximo, autorizado ou fixado por autoridade competente, ou do preço final a consumidor sugerido pelo fabricante ou importador, aprovado e divulgado pela Secretaria da Fazenda, o percentual de margem de valor agregado previsto no artigo 41 será o Índice de Valor Adicionado Setorial - IVA-ST, divulgado pela Secretaria da Fazenda com base nas informações prestadas pelos contribuintes (Lei 6.374/89, arts. 28 e 28-A, na redação da Lei 12.681/07, art. 1°, II e III, e arts. 28-B e 28-C, acrescentados pela Lei 12.681/07, art. 2°, II e III)." (NR);

III - ao Capítulo I do Título II do Livro II, a Seção XXVI, composta pelos artigos 313-Z5 e 313-Z6:

"SEÇÃO XXVI
DAS OPERAÇÕES COM BICICLETAS

Artigo 313-Z5 - Na saída das mercadorias arroladas no § 1° com destino a estabelecimento localizado em território paulista, fica atribuída a responsabilidade pela retenção e pelo pagamento do imposto incidente nas saídas subseqüentes (Lei 6.374/89, arts. 8°, XLV e § 8°, 1, e 60, I):

I - a estabelecimento de fabricante ou de importador ou a arrematante de mercadoria importada do exterior e apreendida, localizado neste Estado;

II - a qualquer estabelecimento localizado em território paulista que receber mercadoria referida neste artigo diretamente de outro Estado sem a retenção antecipada do imposto.

§ 1° - O disposto neste artigo aplica-se exclusivamente às mercadorias adiante indicadas, classificadas nas seguintes posições, subposições ou códigos da Nomenclatura Brasileira de Mercadorias - Sistema Harmonizado - NBM/SH:

1 - pneus novos de borracha dos tipos utilizados em bicicletas, 4011.50.00;

2 - câmaras de ar de borracha novas dos tipos utilizados em bicicletas, 4013.20.00;

3 - aparelhos de iluminação ou de sinalização visual dos tipos utilizados em bicicletas, 8512.10.00;

4 - bicicletas e outros ciclos (incluídos os triciclos), sem motor, 8712.00;

5 - partes e acessórios das bicicletas da posição 87.12, 8714.9.

§ 2º - Na hipótese do inciso II:

1 - o imposto incidente na operação própria e nas subseqüentes será pago no período de apuração em que tiver ocorrido a entrada da mercadoria no estabelecimento, com observância do disposto no artigo 277;

2 - na saída da mercadoria do estabelecimento será emitido documento fiscal nos termos do artigo 274 e escriturado o livro Registro de Saídas na forma do artigo 278;

3 - no tocante ao imposto pago de acordo com o item 1, aplicar-se-á o disposto no inciso VI do artigo 63 e no artigo 269.

Artigo 313-Z6 - Para determinação da base de cálculo, em caso de inexistência do preço final a consumidor, único ou máximo, autorizado ou fixado por autoridade competente, ou do preço final a consumidor sugerido pelo fabricante ou importador, aprovado e divulgado pela Secretaria da Fazenda, o percentual de margem de valor agregado previsto no artigo 41 será o Índice de Valor Adicionado Setorial - IVA-ST, divulgado pela Secretaria da Fazenda com base nas informações prestadas pelos contribuintes (Lei 6.374/89, arts. 28 e 28-A, na redação da Lei 12.681/07, art. 1°, II e III, e arts. 28-B e 28-C, acrescentados pela Lei 12.681/07, art. 2°, II e III)." (NR);

IV - ao Capítulo I do Título II do Livro II, a Seção XXVII, composta pelos artigos 313-Z7 e 313-Z8:

"SEÇÃO XXVII
DAS OPERAÇÕES COM INSTRUMENTOS MUSICAIS

Artigo 313-Z7 - Na saída das mercadorias arroladas no § 1° com destino a estabelecimento localizado em território paulista, fica atribuída a responsabilidade pela retenção e pelo pagamento do imposto incidente nas saídas subseqüentes (Lei 6.374/89, arts. 8°, XLVII, e 60, I):

I - a estabelecimento de fabricante ou de importador ou a arrematante de mercadoria importada do exterior e apreendida, localizado neste Estado;

II - a qualquer estabelecimento localizado em território paulista que receber mercadoria referida neste artigo diretamente de outro Estado sem a retenção antecipada do imposto.

§ 1° - O disposto neste artigo aplica-se exclusivamente às mercadorias adiante indicadas, classificadas nas seguintes posições, subposições ou códigos da Nomenclatura Brasileira de Mercadorias - Sistema Harmonizado - NBM/SH:

1 - pianos, mesmo automáticos; cravos e outros instrumentos de cordas, com teclado, 92.01;

2 - outros instrumentos musicais de cordas (por exemplo: guitarras (violões), violinos, harpas), 92.02;

3 - outros instrumentos musicais de sopro (por exemplo: clarinetes, trompetes, gaitas de foles), 92.05;

4 - instrumentos musicais de percussão (por exemplo: tambores, caixas, xilofones, pratos, castanholas, maracás), 9206.00.00;

5 - instrumentos musicais cujo som é produzido ou deva ser amplificado por meios elétricos (por exemplo: órgãos, guitarras, acordeões), 92.07;

6 - partes e acessórios de instrumentos musicais, 92.09.

§ 2° - Na hipótese do inciso II:

1 - o imposto incidente na operação própria e nas subseqüentes será pago no período de apuração em que tiver ocorrido a entrada da mercadoria no estabelecimento, com observância do disposto no artigo 277;

2 - na saída da mercadoria do estabelecimento será emitido documento fiscal nos termos do artigo 274 e escriturado o livro Registro de Saídas na forma do artigo 278;

3 - no tocante ao imposto pago de acordo com o item 1, aplicar-se-á o disposto no inciso VI do artigo 63 e no artigo 269.

Artigo 313-Z8 - Para determinação da base de cálculo, em caso de inexistência do preço final a consumidor, único ou máximo, autorizado ou fixado por autoridade competente, ou do preço final a consumidor sugerido pelo fabricante ou importador, aprovado e divulgado pela Secretaria da Fazenda, o percentual de margem de valor agregado previsto no artigo 41 será o Índice de Valor Adicionado Setorial - IVA-ST, divulgado pela Secretaria da Fazenda com base nas informações prestadas pelos contribuintes (Lei 6.374/89, arts. 28 e 28-A, na redação da Lei 12.681/07, art. 1°, II e III, e arts. 28-B e 28-C, acrescentados pela Lei 12.681/07, art. 2°, II e III)." (NR).

 

Artigo 2° - Este decreto entra em vigor na data de sua publicação, produzindo efeitos a partir de 1° de abril de 2009.

Palácio dos Bandeirantes, 12 de março de 2009

JOSÉ SERRA

Mauro Ricardo Machado Costa
Secretário da Fazenda

Aloysio Nunes Ferreira Filho
Secretário-Chefe da Casa Civil

Publicado na Casa Civil, aos 12 de março de 2009.

 

Voltar ao Topo
goedert Ver Drop Down
Experts
Experts
Avatar
bateraclube.com.br

Cadastrado em: 20/09/03
Localização: Brazil
Status: Desconectado
Pontos: 40739
Link direto para este Post Postado: 25/03/09 as 00:23
SABEM UMA DAS RAZÕES PRINCIPAIS PRA ISTO?!?!!?
POLÍTICA!!!

Pra poder fazer caixa o máximo possível, lotar o estado de $$$ para o SERRA terminar o Rodoanel, fazer outras obras, etc...arrecadar $$$ o máximo possível para ele "fazer" o suficiente para concorrer de frente com o PT e gastar todo esse $$$ com a sua campanha, assim como em mostrar que FEZ, FEZ, FEZ... isso a todos os estados.

Ele está apenas ferrando com os empresários, ferrando os empresários, fodem com os empregados, ou seja, é uma queda de dominó, cai todo mundo, cai tudo...

Quem é o empresário que irá votar no SERRA?! Só quem está no ESQUEMA dele. E quem tá no esquema?! Não sei... mas tem.

Ele irá perder muitos votos em SP, mas o que importa é ganhar votos fora daqui, se São Paulo não votar nele, o restante dos estados irão votar, pelo menos esse deve ser o "raciocínio"...

Bom, de qq jeito, a corrida política continua, e se eu realmente sentir isso, pela primeira vez na vida, vou preferir votar numa CORJA que é o PT, DILMA e LULA, não votei no LULA, porém foi com ele que eu cresci como empresa, foi no governo dele, ruim ou bom, certo ou errado, foi a minha boa época, é capaz de eu começar a virar PETISTA! ... EU MORRO E NÃO VEJO TUDO!!!

TUDO, TUDO ISSO por apenas INTERESSES PRÓPRIOS, por EGOÍSMO, ESTUPIDEZ, GANÂNCIA, PODER, etc...

E nós o que somos?! Um bando de FILHOS DA PUTA, fantoches de nego 1000X mais FILHOS DA PUTA! Que se danem os pais de família, que se dane os seus sonhos, conquistas, lutas e batalhas, tudo... que se dane, o que importa é nós ficarmos à mercê de meia dúzia de escrotos!!!


Voltar ao Topo
DKDrumeR Ver Drop Down
Iniciantes
Iniciantes
Avatar

Cadastrado em: 02/02/09
Localização: Brazil
Status: Desconectado
Pontos: 105
Link direto para este Post Postado: 25/03/09 as 00:25
Pode ser especulação..... nossa aquela Pearl o kra deve ter achado no lixo kkkkkkkkK.......vai fundo ... meu sonho era ter uma bateria hehehehehe. isso a 4 anos 


Voltar ao Topo
ghustavus Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar

Cadastrado em: 26/12/06
Localização: Ouro Preto - MG
Status: Desconectado
Pontos: 1142
Link direto para este Post Postado: 25/03/09 as 02:06
Deixa eu ver se eu intendi. O imposto é do estado de São Paulo, porem como a grande maioria (ou todas) as grandes lojas e importadoras estão em Sampa, geral vai ter de pagar esse imposto? Afff
I just fell... the sound is all.
Voltar ao Topo
Éricão Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar
Drum King

Cadastrado em: 21/09/03
Localização: Marília, SP
Status: Desconectado
Pontos: 2895
Link direto para este Post Postado: 25/03/09 as 02:50
Estou passando por isso na minha empresa.

Basicamente é o seguinte:

Antigamente o pessoal comprava e vendia dentro brasil, e só pagava-se o imposto sobre o produto final quando este era vendido ao consumidor final, ou seja, a empresa podia vender o produto final ao consumidor e não recolher o imposto referente ao produto final, ou seja, sonegar. Hoje, a empresa que vende o produto final, tem que recolher o imposto referente na compra, a chamada substituição, resumo: Paga-se antes, mas paga-se, não corre o risco do estado não receber. Isso é o que entendi até agora, mas a coisa está tão confusa, que até meu contador está "embananado" com essa história toda.

Abs.
Voltar ao Topo
XUXA (Pio Parts) Ver Drop Down
Iniciantes
Iniciantes
Avatar

Cadastrado em: 23/01/09
Localização: São Paulo
Status: Desconectado
Pontos: 69
Link direto para este Post Postado: 25/03/09 as 03:02
O inposto aumenta , mas os importadores não abrem mão de ter lucros absurdos em cima , "e quem toma na cabeça é a gente né" ..... Na verdade não dá pra saber quem é pior!!!!!!!!!
 
Por outro lado surge a oportunidade dos fabricantes fazerem instrumentos de ótima qualidade com preços competitivos né?
 
Voltar ao Topo
XUXA (Pio Parts) Ver Drop Down
Iniciantes
Iniciantes
Avatar

Cadastrado em: 23/01/09
Localização: São Paulo
Status: Desconectado
Pontos: 69
Link direto para este Post Postado: 25/03/09 as 03:03

FABRICANTES NACIONAIS !!!!! É CLARO...

Voltar ao Topo
BomBatera Ver Drop Down
Iniciantes
Iniciantes


Cadastrado em: 13/08/08
Status: Desconectado
Pontos: 44
Link direto para este Post Postado: 25/03/09 as 14:44
Goedert, obrigado pela "aula". Você é sempre muito cordial conosco!!! Acho que é hora de ir às compras. Não vou arriscar! Vou dar uma rodada na Teodoro e uma "surfada" no bateraclube. Estou com "medo" de virar abril e não ter a oportunidade de comprar a batera por causa de algum aumento. Vou atrás da Pearl Reference, pelo que li sobre a batera e pela opinião de um amigo que já tocou em uma deve ser uma batera mais do que MARAVILHOSA!!!!!
Abraços!!!  
 
BomBatera
Voltar ao Topo
goedert Ver Drop Down
Experts
Experts
Avatar
bateraclube.com.br

Cadastrado em: 20/09/03
Localização: Brazil
Status: Desconectado
Pontos: 40739
Link direto para este Post Postado: 25/03/09 as 16:00
Originalmente postado por XUXA (Pio Parts) XUXA (Pio Parts) escreveu:

FABRICANTES NACIONAIS !!!!! É CLARO...



De qq jeito incide o aumento tb, não tem como escapar muito, o que todo mundo tem que fazer é apertar o cinto, todo mundo enxugar o lucro e correr atrás... já fabricar instrumentos bons é outro lance, vc sabe mais do que ninguém.

Voltar ao Topo
goedert Ver Drop Down
Experts
Experts
Avatar
bateraclube.com.br

Cadastrado em: 20/09/03
Localização: Brazil
Status: Desconectado
Pontos: 40739
Link direto para este Post Postado: 25/03/09 as 16:25
Originalmente postado por Éricão Éricão escreveu:

Estou passando por isso na minha empresa.

Basicamente é o seguinte:

Antigamente o pessoal comprava e vendia dentro brasil, e só pagava-se o imposto sobre o produto final quando este era vendido ao consumidor final, ou seja, a empresa podia vender o produto final ao consumidor e não recolher o imposto referente ao produto final, ou seja, sonegar. Hoje, a empresa que vende o produto final, tem que recolher o imposto referente na compra, a chamada substituição, resumo: Paga-se antes, mas paga-se, não corre o risco do estado não receber. Isso é o que entendi até agora, mas a coisa está tão confusa, que até meu contador está "embananado" com essa história toda.

Abs.


Sim, resumidamente é isso tudo.

Já sobre o lance da sonegação, perfeito, estão mais é certos mesmo... certo?! Bom, quase certo.

Estão Inconstitucionalmente errados, os fiscais DE VERDADE estão com vergonha, a classe jurídica está muito triste...

E pq?! Pq eles "arbitram" o quanto será a sua margem de lucro, ou seja, as lojas vendem uma bateria com margem de lucro de 20% a 45%... mas terão que pagar sobre 62%... ou seja, eles ROUBARÃO muito em cima disso... se eu for vender uma bateria com 62% de margem de lucro nego vai rir da minha cara, assim como da cara de qualquer um... pra peças pequenas e baratas, de 30, 50, 40 10 reais, tudo bem, aí rola margem de 60%, 100%, mas passou de R$ 100,00 essa margem para o ramo de instrumentos musicais é uma HERESIA!

Aí vc pega tudo isso, vê todo esse recolhimento de impostos, tudo o que fazem pra nos sugar... coloca isso tudo na ponta do lápis, depois vai vivendo um pouco...

O Hospital tá legal pra vc ir qdo precisar?!
Entra ladrão na sua casa?! Te assaltam na rua?!
As estradas estão todas 100%?! Não tem buracos, tudo tranquilo?!
A Educação está bem?! As escolas estão preparadas?!
Os professores ganham bem?!

etc...etc...etc... recolhemos impostos mais do que a 90% dos países do mundo, mas quase NADA do que recolhemos volta ao nosso benefício. Pelo menos 50% do que se arrecada no estado, município e na união fica perdido por aí, são dinheiros muito mal utilizados, dinheiro que nego mete a mão pra ficar milhonário, gastos abusivos do estado, etc...etc...etc...etc...

É por essas e outras que eu me pergunto?! Pq estou aqui no Brasil?! Pq não fui pra fora em 2003 qdo me propus a isso?!

Acho que pq sou brasileiro e não desisto nunca, hahahahahaha
Voltar ao Topo
Luis Guilherme Ver Drop Down
Avançados
Avançados
Avatar

Cadastrado em: 20/09/03
Localização: Brazil
Status: Desconectado
Pontos: 365
Link direto para este Post Postado: 25/03/09 as 16:42
Originalmente postado por goedert goedert escreveu:


Sim, resumidamente é isso tudo.

Já sobre o lance da sonegação, perfeito, estão mais é certos mesmo... certo?! Bom, quase certo.

Estão Inconstitucionalmente errados, os fiscais DE VERDADE estão com vergonha, a classe jurídica está muito triste...

E pq?! Pq eles "arbitram" o quanto será a sua margem de lucro, ou seja, as lojas vendem uma bateria com margem de lucro de 20% a 45%... mas terão que pagar sobre 62%... ou seja, eles ROUBARÃO muito em cima disso... se eu for vender uma bateria com 62% de margem de lucro nego vai rir da minha cara, assim como da cara de qualquer um... pra peças pequenas e baratas, de 30, 50, 40 10 reais, tudo bem, aí rola margem de 60%, 100%, mas passou de R$ 100,00 essa margem para o ramo de instrumentos musicais é uma HERESIA!

Aí vc pega tudo isso, vê todo esse recolhimento de impostos, tudo o que fazem pra nos sugar... coloca isso tudo na ponta do lápis, depois vai vivendo um pouco...

O Hospital tá legal pra vc ir qdo precisar?!
Entra ladrão na sua casa?! Te assaltam na rua?!
As estradas estão todas 100%?! Não tem buracos, tudo tranquilo?!
A Educação está bem?! As escolas estão preparadas?!
Os professores ganham bem?!

etc...etc...etc... recolhemos impostos mais do que a 90% dos países do mundo, mas quase NADA do que recolhemos volta ao nosso benefício. Pelo menos 50% do que se arrecada no estado, município e na união fica perdido por aí, são dinheiros muito mal utilizados, dinheiro que nego mete a mão pra ficar milhonário, gastos abusivos do estado, etc...etc...etc...etc...

É por essas e outras que eu me pergunto?! Pq estou aqui no Brasil?! Pq não fui pra fora em 2003 qdo me propus a isso?!

Acho que pq sou brasileiro e não desisto nunca, hahahahahaha
 
Isso é que é f*d* !
 
Além de morderem uma boa parte do seu lucro, não investem o dinheiro como deve ser, por isso estamos num buraco... Políticos e legisladores não estão nem aí para o país.
Mordem o seu lucro e depois disso vc ainda tem que pagar (caro) por planos de saúde, hospitais, boas escolas, enfrentar buracos, enchentes, assaltos, filas burocráticas, etc...
 
 
Abraço galera...
 
LG
Voltar ao Topo
Éricão Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar
Drum King

Cadastrado em: 21/09/03
Localização: Marília, SP
Status: Desconectado
Pontos: 2895
Link direto para este Post Postado: 25/03/09 as 16:49
Originalmente postado por goedert goedert escreveu:

Originalmente postado por Éricão Éricão escreveu:

Estou passando por isso na minha empresa.

Basicamente é o seguinte:

Antigamente o pessoal comprava e vendia dentro brasil, e só pagava-se o imposto sobre o produto final quando este era vendido ao consumidor final, ou seja, a empresa podia vender o produto final ao consumidor e não recolher o imposto referente ao produto final, ou seja, sonegar. Hoje, a empresa que vende o produto final, tem que recolher o imposto referente na compra, a chamada substituição, resumo: Paga-se antes, mas paga-se, não corre o risco do estado não receber. Isso é o que entendi até agora, mas a coisa está tão confusa, que até meu contador está "embananado" com essa história toda.

Abs.


Sim, resumidamente é isso tudo.

Já sobre o lance da sonegação, perfeito, estão mais é certos mesmo... certo?! Bom, quase certo.

Estão Inconstitucionalmente errados, os fiscais DE VERDADE estão com vergonha, a classe jurídica está muito triste...

E pq?! Pq eles "arbitram" o quanto será a sua margem de lucro, ou seja, as lojas vendem uma bateria com margem de lucro de 20% a 45%... mas terão que pagar sobre 62%... ou seja, eles ROUBARÃO muito em cima disso... se eu for vender uma bateria com 62% de margem de lucro nego vai rir da minha cara, assim como da cara de qualquer um... pra peças pequenas e baratas, de 30, 50, 40 10 reais, tudo bem, aí rola margem de 60%, 100%, mas passou de R$ 100,00 essa margem para o ramo de instrumentos musicais é uma HERESIA!

Aí vc pega tudo isso, vê todo esse recolhimento de impostos, tudo o que fazem pra nos sugar... coloca isso tudo na ponta do lápis, depois vai vivendo um pouco...

O Hospital tá legal pra vc ir qdo precisar?!
Entra ladrão na sua casa?! Te assaltam na rua?!
As estradas estão todas 100%?! Não tem buracos, tudo tranquilo?!
A Educação está bem?! As escolas estão preparadas?!
Os professores ganham bem?!

etc...etc...etc... recolhemos impostos mais do que a 90% dos países do mundo, mas quase NADA do que recolhemos volta ao nosso benefício. Pelo menos 50% do que se arrecada no estado, município e na união fica perdido por aí, são dinheiros muito mal utilizados, dinheiro que nego mete a mão pra ficar milhonário, gastos abusivos do estado, etc...etc...etc...etc...

É por essas e outras que eu me pergunto?! Pq estou aqui no Brasil?! Pq não fui pra fora em 2003 qdo me propus a isso?!

Acho que pq sou brasileiro e não desisto nunca, hahahahahaha

Troquei em miúdos para ficar mais simples dos leigos entenderem.

Só quem tem empresa como nós para sentir na pele o fumo queimando!

É uma merda pagar tudo isso e não ver retorno.

Esses dias gastei 1.300 reais em pneus para o carro e dias depois estourei um com um buraco que, pela lógica dos impostos não deveria estar lá.

Abs.
Voltar ao Topo
Pardal Ver Drop Down
Administradores
Administradores
Avatar

Cadastrado em: 13/10/03
Localização: Guarulhos/SP
Status: Desconectado
Pontos: 9043
Link direto para este Post Postado: 25/03/09 as 19:30
Originalmente postado por Éricão Éricão escreveu:

Estou passando por isso na minha empresa.

Basicamente é o seguinte:

Antigamente o pessoal comprava e vendia dentro brasil, e só pagava-se o imposto sobre o produto final quando este era vendido ao consumidor final, ou seja, a empresa podia vender o produto final ao consumidor e não recolher o imposto referente ao produto final, ou seja, sonegar. Hoje, a empresa que vende o produto final, tem que recolher o imposto referente na compra, a chamada substituição, resumo: Paga-se antes, mas paga-se, não corre o risco do estado não receber. Isso é o que entendi até agora, mas a coisa está tão confusa, que até meu contador está "embananado" com essa história toda.

Abs.
 
talvez o pessoal me malhe aki hehehe, mas enfim, se for isso ae mesmo...talvez fosse o certo pra evitar a sonegação apesar dos possiveis aumentos que vamos sofrer. MEU MEDO é que além desse imposto (que me pareceu uma nova forma de cobrar o ICMS) eles (governo) cobrem o ICMS qdo vendem. Ae vc, o consumidor que precisa do produto vai acabar pagando 2x o mesmo imposto e o que é pior e mais injusto aki: OS RESULTADOS DESSE DINHEIRÃO NÃO APARECEM!
 
 
www.facebook.com/Pardal.ID
Ao adicionar, envie uma mensagem se identificando.
Voltar ao Topo
goedert Ver Drop Down
Experts
Experts
Avatar
bateraclube.com.br

Cadastrado em: 20/09/03
Localização: Brazil
Status: Desconectado
Pontos: 40739
Link direto para este Post Postado: 25/03/09 as 21:08
Originalmente postado por BomBatera BomBatera escreveu:

Goedert, obrigado pela "aula". Você é sempre muito cordial conosco!!! Acho que é hora de ir às compras. Não vou arriscar! Vou dar uma rodada na Teodoro e uma "surfada" no bateraclube. Estou com "medo" de virar abril e não ter a oportunidade de comprar a batera por causa de algum aumento. Vou atrás da Pearl Reference, pelo que li sobre a batera e pela opinião de um amigo que já tocou em uma deve ser uma batera mais do que MARAVILHOSA!!!!!
Abraços!!!  
 


Opa! Às ordens meu camarada!

Reference vc vai achar algumas usadas no mercado, nos classificados da NET. Já nova nas lojas acho que vc não vai achar, só vieram 6 pro Brasil agora, só eu peguei três, risos... e as outras estão MEIO RESERVADAS pra mim, hehehe... vamos monopolizar a bagaça com quem pelo menos vai cobrar metade da margem de lucro ne?! hehehe... mesmo assim é e está bem carinha.

abraço!

Voltar ao Topo
 Responder Responder Página  12>
  Compartilhar Tópico   

Ir para o Fórum Permissões do Fórum Ver Drop Down



Esta página foi carregada em 0.156 segundos.