Batera.com.br
Fórum Inicial Fórum Inicial > Fóruns Públicos > Produtos e Marcas
  Novas Mensagens Novas Mensagens RSS Feed - ISOLAMENTO DE BATERIA (AQUÁRIO)
  FAQ FAQ  Pesquisar no Fórum   Eventos   Registrar Registrar  Entrar Entrar

Tópico FechadoISOLAMENTO DE BATERIA (AQUÁRIO)

 Responder Responder
Autor
Mensagem
  Tópico Pesquisar Tópico Pesquisar  Opções do Tópico Opções do Tópico
JAZZed Ver Drop Down
Avançados
Avançados
Avatar

Cadastrado em: 24/05/08
Status: Desconectado
Pontos: 264
Link direto para este Post Tópico: ISOLAMENTO DE BATERIA (AQUÁRIO)
    Postado: 03/09/08 as 20:19

Seguindo a linha de posts de "Utilidades Públicas": (vou acabar me candidatando a vereador nesse birosca aqui....)

Isolamento de Bateria:
 
Foi feito um isolamento para batera, mas ao invés de acrilico como já vi, foi feito de blindex. Da seguinte forma: 


  Sob a bateria tem um praticavel de madeira carpetado, atras do batera tem carpete 1,00 metro e blindex fechando tudo menos na parte superior e foi feito um cubo. 
  Resolveu um pouco mas ainda tem o que fazer, acredito ser pela parte de cima já que tem uma boa parte que é parede lisa atras do batera.  A dúvida é a seguinte, para resolver é melhor isolar toda a parede atras do batera ou fazer como alguns exemplos que vi e deixar a batera como um aquario?

 

">file://

 
Cúpula "aquário" em igreja, foi feito um projeto completo (tamanho, material de isolamento e microfones) e o resultado foi excelente, ja faz um ano e quatro meses e todos gostam muito.Foi feito o isolamento acustico no fundo do aquário e na parte superior, por ser mais barato foi usado vidro temperado de 10mm na frente e nas laterais, para o piso foi usado apenas um carpete e o som da batera ficou isolado totalmente. 
Por a igreja não ser grande e não terem pensado na acústica do templo em sua construção resolveu-se fazer este tipo de isolamento que reduziu a sonoridade da batera em 85%.
Para absorção foi usado compensado de 15 mm no fundo (pois existiam duas janelas - iguais a da lateral da foto - que pegavam cerca de 70% de toda parte de trás e não poderiam ser fechadas com tijolo e cimento, por causa da estética do templo), um manta de espuma com densidade D33 de 5 cm de espessura e uma outra manta de 3 cm de espessura de espuma em formato de caixa de ovo (não é sonex), e para o acabamento foi usado um tecido chamado pelúcia em todo o fundo.
Para o teto foi feita uma armação de ferro que pegou todas as bordas e dividi-o em quatro partes (pois com o tempo a madeira cede afundando o centro), foi usado compensado de 15 mm e revesto com espuma de densidade D33 com 3 cm de espesura cobrindo tudo com o tecido de pelúcia. Um fator importante é o seguinte, microfone todas as peças individualmente, bumbo, caixa, tons, surdos, chimbau e pratos, pois se você tentar aproveitar microfones vai perceber que a batera vai perder seu brilho natural ficando um som muito artificial. O kit utilizado é: SHURE: PG 52 (BUMBO), PG 56 (TONS), PG 81 (PRATOS e HI HAT) e o SM 57 para caixa.
 O calor é intenso por isso é usado um ventilador. Outra coisa super importante, foi feito um blindex vedado, todas as conexões de vidro com vidro e vidro com alumínio foram vedadas com silicone, para diminuir o vazamento do som.

PROJETO:

">file://
 
 
">file://
 
O material usado é alumínio (do mesmo jeito que seu usa na construção de BOX de banheiro).

No entanto, existem outras formas mais baratas e práticas para melhorar este tipo de problema com memos gasto do que isolar o batera em uma cúpula
Só para ilustrar, vejam essas fotos de um "aquário" desses, feito com placas de perspex 6 mm unidas por meio de dobradiças...
 
">file://
 
">file://
 
">file://
 
">file://
 
">file://
 
">file://
 
Link: Mensagem    Sáb 27 Out 07 11:23
HELP . -->
 
Oi todos

Só para ilustrar, vejam essas fotos de um "aquário" desses, feito com placas de perspex 6 mm unidas por meio de dobradiças...

http://cent.ntrack.com/cgi-bin/ikonforum/index....act=ST;f=1;t=5879

http://wihan.myweb.absamail.co.za/trap1.JPG

http://wihan.myweb.absamail.co.za/trap2.JPG

http://wihan.myweb.absamail.co.za/trap3.JPG

http://wihan.myweb.absamail.co.za/trap4.JPG

http://wihan.myweb.absamail.co.za/front.JPG

http://wihan.myweb.absamail.co.za/front2.JPG

Notem que é aberto em cima, e mesmo assim funciona - mas para isso, é indispensável o uso de absorvedores, evitando reflexões.

As fotos mostram bem a confecção dos painéis absorvedores postos atrás da bateria. É apenas um quadro de madeira com uma placa de lã de vidro 50 mm revestida com tecido ortofônico. Há um espaço entre eles e a parede, o que lhes confere maior eficiência.
 
Como vêem, não há segredo na construção, qualquer um pode fazer. Mais dicas: no próximo post.
 
Aqui, JAZZ...
By JAZZed
Voltar ao Topo
JAZZed Ver Drop Down
Avançados
Avançados
Avatar

Cadastrado em: 24/05/08
Status: Desconectado
Pontos: 264
Link direto para este Post Postado: 03/09/08 as 21:36
Foram feitos testes com placas acrílicas importadas no passado com bons resultados. Existem alguns "macetes" que devem ser observados:

As emendas das placas devem ser de material flexível. Não use cantoneiras de alumínio (tipo Box) pois provocam vibrações, principalmente nas regiões de graves (bumbo e no surdo). Procure não usar as placas na forma de cubo e sim sextavado. As medidas você pode conferir no site da Clear Sonic -
http://www.clearsonic.com
 
">file://
 
É usado em palco, para reduzir o vazamento de som da bateria nos microfones proximos (os de voz, principalmente). Ajuda tambem a manter o nivel sonoro no palco em niveis mais civilizados.

Um ponto pouco observado, mas muito importante: alem do acrilico (na verdade, policarbonato), devem ser usados absorvedores, atrás e (se possivel) nos lados até certa altura. Caso contrário, ocorrerão ressonâncias indesejaveis e que prejudicarão a captação da bateria. Podem ser usados gobos (tapadeiras) e o absorvedor modular sintonizável (versão para graves):
 
Neste post, detalhes sobre a construçào de alguns tipos de absorvedores para tratamento acústico em estúdios.
ATENÇÃO: Os exemplos aqui mostrados não estão a venda. Não se tratam de produtos comerciais, apenas idéias práticas de qualidade comprovada, que podem ser construídos por qualquer um (o material é muito barato).
 
Absorvedor Modular Sintonizável (de painel perfurado)
 
O desenho abaixo é o projeto de um absorvedor modular para estúdios
 e salas de audição, simples e prático. 
 
">file://
 
Construção:

Feito apenas em madeira e lã mineral de 25mm de espessura e alta densidade (de vidro com 40 ou 45 kg/m3 ou rocha com 60kg/m3), podem ser montados em qualquer oficina ou marcenaria e levados ao estúdio para instalação posterior. Facilita assim, o reaproveitamento em caso de reforma ou mudança de local.

A caixa é feita em compensado ou MDF de 10 mm. Pode ser revestida de folha de madeira de lei e encerada ou envernizada. Também pode ser pintada, não influi no resultado. Pode ser providenciada uma tela de tecido leve (ortofônico) para sobrepor ao painel frontal, como numa caixa da som, melhorando o acabamento.

Dentro da caixa, seis divisórias de compensado fino (ou até de papelão) formando um engradado, colado no fundo da caixa. Serve para apoiar a lã e ajuda um pouco na absorção dos graves.

O fundo (compensado 6 mm) pode ser alguns centímetros maior que a caixa (em uma das dimensões) para facilitar a instalação (parafusado na parede). Confira na figura.

O painel frontal (compensado 6mm) é a parte mais importante: Ao contrário do que pode parecer, não se trata de um absorvedor de membrana, portanto o painel não precisa vibrar. Deve estar firme, ligeiramente pressionado contra a placa de lã mineral.


Funcionamento:

Trata-se de um absorvedor de painel perfurado, uma variante do ressonador de Helmholtz, mas atuando numa faixa bastante ampla.

A frequência de ressonância (Fr, em Hertz) em que um absorvedor de painel perfurado atua, pode ser calculada através da seguinte fórmula (para furos circulares dispostos em matriz quadrada):

Fr = 508 x [raiz (P / d.e)]

onde:

P = porcentagem de perfuração (área do furo / área do painel x 100)
d = distância entre o painel e o fundo da caixa, em centímetros
e = espessura do painel + (0,8 x diâmetro do furo), em centímetros

A porcentagem de perfuração P pode ser calculada por:

P = 78,5 x (d/D)2

onde:

d = diâmetro dos furos, em milímetros
D = distância entre os centros dos furos, em milímetros

    |--D--|
  --O     O
  |
  D
  |
  --O   ->O<-d

A lã de vidro quando acrescentada, altera os valores teóricos calculados.

Na tabela abaixo temos os coeficientes típicos de absorção para o módulo da figura acima, com três diferentes porcentagens de perfuração (furos circulares): 0,5% (maior absorção de graves); 5% (absorção em médio-graves); e 25% ou mais (faixa ampla). Na última linha, uma variante (tipo 2) - caixa de apenas 5cm de profundidade, tendo painel de 6mm de espessura com 0,5% de perfuração e 50mm de lã de vidro ou rocha (alta densidade) preenchendo todo o espaço interno.

Esses valores devem ser usados no cálculo do tempo de reverberação do ambiente tratado.

Hertz 62 125 250 500 1k 2k 4K 8k
25% 0,28 0,67 1,00 0,98 0,93 0,98 0,80 0,60
5% 0,60 0,69 0,82 0,90 0,49 0,30
0,5% 0,4 0,74 0,53 0,40 0,30 0,14 0,16 0,10
0,5% (tipo 2) 0,48 0,78 0,60 0,38 0,32 0,16

Obs:

  1) Valores médios, pois as características do material e construção podem variar consideravelemnte entre cada unidade.

  2) Em módulos de faixa ampla com mais de 25% de perfuração (ou sem painel), a absorção acima de 2k é praticamente estável (máxima).

  3) O coeficiente em 62Hz é muito difícil de se medir, e em 8kHz pouco importante, por isso nem sempre estão disponíveis.

O gráfico abaixo mostra melhor as diferenças entre os quatro módulos:

 
">file://
 
Os dados e fórmulas acima referem-se a módulos com furos circulares. Também podemos fazê-los com fendas no painel tendo a mesma função, montando tiras de madeira lado a lado, com pequenos espaços entre elas. Porém, precisamos alterar ligeiramente a fórmula:

Fr = 550 x [RAIZ (P / d.e)]

onde:

P = porcentagem de abertura (área das fendas / área das tiras x 100)
d = distância entre as tiras (painel) e o fundo da caixa, em centímetros
e = espessura das tiras (painel), em centímetros

A porcentagem de abertura P pode ser calculada por:

P = 100 x (f / f+t)

onde:

f = largura da fenda
t = largura da tira

 
  | |       | |
  | |     ->| |<- f
  | |       | |
  | |       | |
  | |       | |
  | |<--t-->| |
  | |       | |

Quanto mais estreitas as fendas, e/ou mais profunda a caixa, mais eficiente será o absorvedor nas baixas frequências. A eficiência é semelhante aos módulos com furos circulares, apenas o efeito visual é diferente, e é de construção mais rápida. A lã de vidro interna tem o mesmo efeito que nos outros módulos, alargando a faixa de atuação.


Instalação:

Devem-se usar mais de um tipo, pode-se equilibrar a resposta de uma sala.

Devem ser espalhados por todo o ambiente (e não apenas numa só parede), alternando entre sí e áreas descobertas (não os ponha "colados" lado a lado). E não deixe nenhuma parede nua, sem tratamento.

Em estúdios para voz, ponha módulos de médias e altas frequências (25%) na altura da cabeça do locutor. Em cabines de bateria, esses mesmos módulos (25%) devem ser instalados no teto.

Para maior eficiência, módulos para graves (0,5%) devem ser postos nos cantos da sala, como os demais neste post.
 

Bass Trap Triangular

O desenho abaixo dá os detalhes para a construção de um
bass trap (armadilha de graves) triangular.

">file://
 
Barato, é feito apenas em compensado ou MDF de 10 mm e lã mineral (vidro ou rocha) com densidade entre 40 (vidro) e 60 kg/m3 (rocha) e 50 mm de espessura.


Construção:


As dimensões são aproximadas, vão depender da forma como as peças serão montadas e principalmente da marca da lã. O padrão é 60x120 cm, mas pode variar um pouco, de acordo com o fabricante. É melhor comprar a lã primeiro, depois medir e cortar a maderia.

Dentro da caixa vai uma peça de lã mineral (manta flexível) com 60x120 ou 80x120 (essa largura de 80 cm é mais frequente em lã de rocha) dobrada em "L" e colada com vedante de silicone. Pode usar duas peças de placa resinada, se preferir.

Como painel frontal, fechando o conjunto, uma placa rígida (resinada) do mesmo material, tambem com 50mm de espessura. Existem já revestidas com tecido ou filme de PVC numa das faces, para melhor acabamento.

Notem que essa placa entra apertada, e provavelmente será preciso aparar as bordas para um perfeito encaixe. É assim que deve ser, e ainda precisa ser colada à caixa com silicone, evitando vazamentos de ar que podem afetar a eficiência do absorvedor.


Instalação:

Devem ser postos nos cantos das salas, dois módulos em cada, superpostos (altura total de 2,44m). Um total de oito deles, então, bastariam para uma sala de tamanho pequeno ou médio, mesmo com grandes problemas nas baixas frequências. Para salas maiores, pode ser necessário dispor mais alguns no teto (no ângulo com a parede do fundo, pelo menos).

Os cantos são os pontos onde se concentram a maior parte das ondas sonoras de baixa frequencia, e é aí que devemos agir para controlá-las. Os traps podem ser parafusados diretamente na parede ou simplesmente encostados, de preferência apoiados no chão.

Apesar da semelhança, nada tem a ver com aqueles certos bass traps de espuma fabricados no exterior. Esses módulos em fibra e madeira são bem mais eficientes e baratos.


Efeito:

O efeito de um bom bass trap é fantástico, a sala parece crescer. O som fica muito mais limpo e claro. Serve perfeitamente para salas de gravação, ensaio, auditórios, home theater, etc. Para salas de mixagem e masterização (técnica), devido a algumas particularidades destas, seria necessário um trap mais largo e profundo. Na impossibilidade (seria pouco prático), devemos usar um maior número deles.

Dois traps empilhados (ou um grande, fechando do chão ao teto) absorvem excepcionalmente bem entre 80 e 100Hz - teoricamente acima de 1 Sabine (100%), devido ao efeito da dispersão. Abaixo dessa frequencia, a eficiência tambem é alta (até cerca de uma oitava abaixo), mas muito dificil de avaliar.

Em traps grandes como esse (do chão ao teto), o efeito da lã no fundo da estrutura (peça em "L") é menor e pode ser até retirada, sem grandes prejuízos. Melhor ainda, em traps grandes na técnica, seria então usar esse lã colada na outra (e não no fundo), de forma a aumentar a espessura total do material, que ficaria em 10cm.


Material:

Para o painel frontal, use uma placa rígida (resinada) com revestimento em tecido ou véu de vidro, da linha de construção civil (mais barata). Os produtos da linha arquitetônica (decorativos), são mais caros e geralmente mais finos (entre 15 e 25 mm de espessura). Para usá-los (não recomendo), é preciso acrescentar outra camada de lã (pode ser manta flexível) por dentro, colada a ela, completando os 50 mm. Mas leve em conta uma coisa: o filme de PVC que costuma revistir esse material (decorativo) reflete os agudos, e parte da eficiência do absorvedor é perdida. Placas revestidas em papel Kraft ou aluminizado não servem.

A lã do fundo pode ser do mesmo tipo (placa rígida) ou manta flexível de mesma densidade ou menor. Essa lã extra é mais necessária quando você tem poucos cantos livres em seu estúdio e não pode usar muitos traps. Tendo espaço de sobra, pode-se dispensar a lã no fundo, permanecendo apenas a da frente.

Não encontrando esses produtos, ou desejando maior absorção também nas altas frequências, pode usar placas simples sem revestimento (espessura e densidades iguais), tipo Wallfelt WF-44, PSI-40, PSI-60 (Isover), PSE-64 (Rockfibras) ou PRR40 (Devidro). Outros produtos semelhantes servirão.

Faça um quadro em madeira com tecido ortofônico leve na cor preferida e ponha sobre o painel, como numa caixa de som. A manta interna (colada no fundo), deve ser do tipo sem revesimento, ou com papel kraft (voltado para o fundo).

Veja que apesar de ser chamado "bass trap" (armadilha de graves), ele absorve uma ampla gama de frequências.

Absorvedor diafragmático de canto

Outro tipo de bass trap triangular pode ser visto na figura abaixo.
Como possui um painel frontal de madeira, tende a refletir a maior parte das ondas que nele incidem, absorvendo apenas as baixas.
 
Absorvedor visto de cima, em corte:

">file://
 
Uma placa ou manta de lã mineral de alta densidade, com 25mm de espessura e 60cm de largura é colada com silicone em todo o canto da sala, indo do chão ao teto. Não havendo espaço pode-se instalar o absorvedor no canto superior entre teto e uma parede, o efeito é o mesmo.

Uma folha de compensado fino (3 ou 4mm) com cerca de 70cm de largura e comprimento igual ao pé direito da sala é posta sobre a lã (sem encostar nela), pregada em pequenos sarrafos de perfil triangular (ou algo que o valha), fechando todo o espaço de alto a baixo. Vede todas as frestas com silicone ou semelhante.
 
Seu painel frontal vibra quando atingido por ondas sonoras, havendo perda de energia por fricção. Absoirve numa faixa de aproximadamente duas oitavas em torno de 125Hz. Para o cálculo, usamos a seguinte fórmula:

Fr = 600 / raiz(m.d)

onde:

Fr = frequência de ressonância do sistema
m  = densidade superficial do painel, em Kg/m2
d  = distância entre o painel e o fundo, em cm


Seguindo as dimensões sugeridas, o painel estará a 36cm do vértice (distância máxima). A distância média então será de 36/2 = 18cm. Aplicando a fórmula, e utilizando um painel de 3mm, descobriremos que sua Fr será de aproximadamente 125Hz - e como a distância d não é constante, esse absorvedor irá atuar sobre uma faixa relativamente larga, o que é bom.
 
 

Bass trap cilindrico

 
">file://
 
O material é simples:

- Dois rolos de lã mineral (vidro ou rocha) flexível, do tipo usado para isolamento termo-acustico em lajes e coberturas, com densidade superior a 20kg/m3 (ideal 30kg/m3). Praticamente qualquer tipo serve, mas recomendo aqueles ensacados em PVC, o que evita coceiras. Por exemplo, Rolissol R-20 (Isover), Roll-Max RM-32 (Rockfibras), Flexivid (Devidro).  Deve ter 60 cm de largura e 50 mm de espessura (se usar de 25 mm, compre o dobro de rolos). O comprimento deve ser tal que o rolo todo tenha cerca de 50 cm de diâmetro (se superar essa medida, enrole mais apertado).

- Dois discos de compensado 10 ou 15 mm, com 50 cm de diâmetro.

- Um cabo de madeira com 120 cm de comprimento. O diâmetro não é critico, apenas alguns cm. Pode ter seção retangular, tambem.

- Tecido para acabamento, ou manta acrilica (p/ matelassê).

- Pregos, cola p/madeira, fita adesiva larga, etc.


A montagem também é simples. Vejam o desenho, auto-explicativo.

- Depois de armar a estrutura em madeira (eixo + discos), enrole a lã (sem tirar dos sacos plásticos) de modo que cada rolo tenha pouco menos de 50 cm de diâmetro. Caso os rolos já tenham vindo no diâmetro ideal, basta passar o eixo por dentro deles, antes da montagem do ultimo disco.

- Cuide para que eles fiquem ligeriamente apertados entre os discos de madeira (sem folgas), mas sem pressionar. O eixo central pode ser ligeiramente reduzido em comprimento, para isso (meça antes).

- Dê duas ou tres voltas com a fita adesiva (dessas usadas em embalagens) na união entre os dois rolos, para fixar melhor. Faça o mesmo no topo e base do conjunto, evitando que os rolos "estufem".

- Dê o acabamento (opcional) com um tecido ortofônico preso com grampos (de estofador) nos discos de madeira ou use a manta acrílica branca (ou de nylon, poliéster...).


Pronto! Não é tão bonito e barato quanto o trap triangular já apresentado, mas o desempenho é semelhante, e de construção mais fácil. O acabamento é ligeiramente problemático, por isso deve ser avaliado cada caso em particular.

Seu uso segue as regras para o modelo triangular já descrito, devendo ser posicionado nos cantos da sala.

Pode funcionar tambem como difusor, uma vez que o plástico que envolve a manta reflete parte dos agudos em diversas direções. Não é bom absorver muito dessas frequencias. A manta acrílica, se for usada, aumenta a absorção nas altas, portanto deve ser usada com cautela (e onde exista a necessidade dessa característica).

Vejam que não é um "tube trap", embora pareça. Esse vai ficar pra outra ocasião...
 
 
Aqui, JAZZ...
By JAZZed
Voltar ao Topo
JAZZed Ver Drop Down
Avançados
Avançados
Avatar

Cadastrado em: 24/05/08
Status: Desconectado
Pontos: 264
Link direto para este Post Postado: 03/09/08 as 22:31

Absorvedores de painel

 
Para Graves:
 
">file://
 
Para Médio-Graves:
 
">file://
 
Para Médias e Altas:
 
">file://
 
São absorvedores modulares simples, feitos com madeira e lã de vidro ou de rocha. Modulares porque são feitos como uma caixa, podendo ser construídos fora do estúdio, e parafusados onde necessario, na quantidade que se deseje. Podem também ser retirados e reutilizados em outro local, algo importante para estúdios em crescimento.

* O primeiro trabalha na faixa (aproximada) entre 60 e 240Hz, bastante problemática. Essas frequências não são precisas, pois dependem da densidade do material utilizado, mas a faixa é essa (veja mais abaixo, como calcular).

Deve ser colocado próximo aos cantos da sala, em número de dois, rentes à parede. Havendo necessidade de mais módulos, serão postos ao longo das paredes, a meio caminho entre um canto e outro.


* Os outros dois a seguir, operam em frequências superiores, preenchendo o restante do espectro. A quantidade de caixas utilizadas vai depender do tamanho da sala (e de seus problemas...). Melhor que fazer cálculos e mais cálculos, é ir montando aos poucos (em grupos de quatro, por exemplo) e instalando até obter o resultado esperado.

Esses devem ser colocados entre os módulos para graves, alternadamente, e sempre com espaços vazios entre eles, isso melhora sensivelmente suas caracteristicas de absorção. Como bônus, tal disposição ajuda na difusão das ondas sonoras dentro do estúdio, devido às irregularidades causadas na geometria da sala e ao efeito de difração das ondas nas bordas dos módulos.


Lembretes
: (para todos os módulos)

    - Deve ser usada lã de média/alta densidade (vidro 45kg/m3 ou rocha 60Kg/m3), para maior eficiência. As placas resinadas são encontradas com 120cm de comprimento, logo você precisará cortar e colar as peças. Para o corte, use uma faca bem afiada. Cole com selante de silicone.

    - Não pode haver nenhum vazamento na peça, isto é, todas as emendas devem ser muito bem coladas e com silicone. No desenho, a parte superior aparece aberta para visualizar seu interior, mas deve ser fechada, claro (em cima e em baixo).

    - O painel frontal (de compensado), deve estar preso apenas em suas bordas (com cola e pregos sem cabeça), no quadro de madeira. Nada de reforços internos!

    - No desenho existe uma sugestão sobre como prender a caixa na parede, usando 4 cantoneiras metálicas pequenas, compradas prontas. São colocadas na parte superior (duas) e inferior (mais duas). Como o absorvedor é bastante alto (2,2 m), elas não serao visíveis.


Funcionamento:

Os dois primeiros são absorvedores diafragmáticos. Seu painel frontal vibra quando atingido por ondas sonoras, havendo perda de energia por fricção. A faixa de frequências em que atua pode ser calculada pela seguinte fórmula:

Fr = 600 / raiz(m.d)

onde:

Fr = frequência de ressonância do sistema
m  = densidade superficial do painel, em Kg/m2
d  = distância entre o painel e o fundo da caixa, em cm


Por exemplo, no absorvedor de graves usando compensado leve de 6mm com densidade superficial m de 2,5kg/m2 (*) e espaço de ar d igual a 10cm, temos:

Fr = 600 / raiz(2,5x10) =
Fr = 600 / raiz(25) =
Fr = 600 / 5 =

Fr = 120Hz

Essa é a frequência central do sistema, sendo que o absorvedor é efetivo desde aproximadamente uma oitava abaixo até uma oitava acima - de 60 a 240Hz. Os valores são precisos para ondas que incidem perpendicularmente ao painel, as que o atingem "de raspão" são afetadas de maneira diferente, mas costuma-se ignorá-las no cálculo.

(*) Esse valor de densidade varia de acordo com o tipo de madeira, podendo em alguns casos ser 50% maior, o que baixaria a Fr para cerca de 100Hz. Para avaliar com segurança, basta pesar uma placa de 1m2. Ou pese o painel inteiro, já cortado no tamanho do módulo, o que dá 1,38m2. Por exemplo, se o painel pesa 4Kg, sua densidade superficial será  4 / 1,38 = 2,9Kg/m2.

A adição da lã mineral (sempre no interior da caixa, nunca na frente do painel) aumenta o coeficiente de absorção e reduz o Q do sistema, ampliando sua faixa útil. Não deve ser colada ao painel, ou afetará sua Fr.

A tabela e gráficos a seguir se referem ao absorvedor de médio-graves (5 cm de espessura total), com compensado de 4mm, com e sem lã. Os dados da tabela devem ser levados em conta no cálculo do tempo de reverberação do ambiente. No gráfico pode-se observar a influência do material absorvente (lã mineral) no desempenho do módulo absorvedor.

 

Hertz 125 250 500 1k 2k 4K
sem lã 0,30 0,36 0,20 0,19 0,12 0,05
com lã 0,40 0,50 0,40 0,24 0,14 0,05
 
 
">file://
 
 

Absorvedor de faixa ampla

 

">file://

 
A figura acima mostra outro tipo de absorvedor, feito apenas de material absorvente, sem painel frontal nem fundo.

É um absorvedor de faixa ampla, bem simples de ser construido, que pode ser pendurado no teto de salas de gravação.

É feito de duas camadas de diferentes materiais - uma de 25 mm de lã de rocha, outra de 150 mm de lã de vidro (3 placas de 50 mm superpostas), resinadas e de alta densidade (em torno de 45kg/m3 para a lã de vidro e 60kg/m3 para a lã de rocha). Cada módulo tem 60x120 cm de lado, dimensões padrão das placas. 

Existem placas de lã revestidas de tecido ou filme plástico que podem ser usadas na face aparente (voltada para o estúdio), para melhor aspecto visual.
Distribua pelo teto, a espaços regulares. Não se deve ocupar todo espaço livre, deixe um vão entre cada módulo para melhor absorção e até aspecto visual.

Porque no teto? Diferente dos anteriores, esses absorvedores precisam de espaço para trabalhar. Um afastamento de 10 cm da parede, dobra sua eficiência em baixas frequências, em relação ao que faria se estivesse encostado nela. Sugiro uma distância de 15 a 20 cm, para absorver a partir de uns 100 Hz. Vejam que isso pode roubar espaço precioso na sala, se forem usados nas paredes. No teto, o inconveniente é menor. Mas se houver espaço na sala para usar nas paredes, então OK.

Atua numa faixa bem mais larga que os módulos descritos acima e é muito fácil de ser construído. Detalhes de acabamento e fixação ficam a cargo de cada um, mas sugiro "enquadrar" cada módulo numa moldura de madeira (compensado 10 mm) com 20 cm de profundidade e cobrir a face visivel (voltada para dentro da sala) com uma tela de tecido bem leve, como uma caixa de som doméstico (a outra face, voltada para o teto, fica nua). Os módulos devem ser pendurados na horizontal, deitados (para uso no teto).

Se usar algum tipo de revestimento decorativo (tecido ortofônico ou o revestimento que já vem em algumas placas), tenha em mente que ele refletirá parte das altas frequências, perdendo um pouco da eficiência nessa faixa. Mas nem sempre isso é problema, pois parte do material que já existe num estúdio (tapetes, estofados, gente...) já absorve bem os agudos.

">file://
 
Para mais eficiência na absorção de graves, pode-se usar a cofiguração acima, fechando totalmente cada canto da sala, de cima a baixo com dois módulos em cada (2,4 m de altura - complete se necessário, até chegar ao teto). Será formado um triângulo retângulo, sendo dois lados as paredes, e o terceiro, esses dois módulos.

Também podem ser colocados no alto, no ângulo entre teto e parede, onde o efeito é semelhante.

Para melhor acabamento, pode-se desbastar as placas num ângulo de 45° onde tocam na parede, num encaixe perfeito.
 
Com isso, pode não ser preciso mais nenhuma absorção, para não "matar" a sala. Faça testes auditivos ("ouça" a sala) para determinar a real necessidade.
Aqui, JAZZ...
By JAZZed
Voltar ao Topo
JAZZed Ver Drop Down
Avançados
Avançados
Avatar

Cadastrado em: 24/05/08
Status: Desconectado
Pontos: 264
Link direto para este Post Postado: 03/09/08 as 23:12
O acrílico ou policarbonato usado tem de 6 mm de espessura. Alguns modelos de acrílico comerciais (não são produzidos no Brasil) se usa uma versão com tratamento anti-riscos, mas não é indispensável.
 
O acrilico isolando a bateria muda o timbre em funcao do rebatimento do som nestas paredes?
Esse acrilico é usado para isolar a bateria la no Frejat, e o resultado tem sido o melhor possivel, o timbre do instrumento nao e afetado de forma alguma, é usada sempre a mesma bateria e sempre os mesmos microfones. Como todos os musicos estao de EAR e nao existe nenhum amplificador no palco o isolamento da bateria foi o passo seguinte para o melhor controle de volume no palco o que facilita muito a vida na hora de mixar o PA. 

Provavelmente, o acrílico usado é o Clearsonic. Mas não precisa usar o produto original, isso pode ser feito com material nacional, basta usar a "cachola".
 
O timbre é afetado sim, porém, muito mais do ponto de vista do baterista que dos microfones. Mics bem proximos ao instrumento são necessários (exceto nos over).

Em palcos onde não há espaço atras da bateria, precisamos de absorvedores atrás e as vezes nos lados, para evitar ressonâncias indesejadas. Podem ser usados os modulos sintonizáveis.
 
Usem o módulo de graves (0,5% de perfuração) atrás, apenas uma fileira horizontal. Sobre eles, duas fileiras dos módulos de 25%, que devem ser revestidos (no painel frontal) com espuma ondulada ortopédica (espumex ou similar) para maior absorção na faixa de altas frequencias.
 
Ponha vários módulos de baixas no chão, um ao lado do outro, por trás da bateria (uma fileira). Depois vá colocando os módulos full (25% e com espuma na frente) sobre eles, como no desenho:
 
">file://
 
Cada fileira é uma linha horizontal. A quantidade não é crítica, use na medida da necessidade. Os módulos superiores podem ter um revestimento de espuma. Absorverão melhor os pratos.

Eles são mais importantes do que se pensa, mas muita gente ignora isso por completo. Em ambientes fechados, o painel não ajuda muito no som para o publico, apenas diminui o vazamento da bateria nos microfones no palco. Isso ocorre porque o som do instrumento é refletido na parede de trás e volta (por cima):
 
">file://

A construção desses absorvedores pode ser ligeiramente diferente, como na figura abaixo. Dessa forma fica mais facil montar as peças em angulo sem deixar espaços vazios entre eles.

Tambem podem ser usados em sets de percussão, atrás de amps de guitarra, etc. São uma mão na roda, e "salvam a lavoura" em palcos com má acustica.


">file://
 
Cerca de 150 ou 165 cm de altura e 60 cm de largura cada painel (modelos comerciais). Na verdade, algumas baterias tem os pratos mais altos que isso, portanto se precisar, terá de usar dois paineis sobrepostos (o superior seria de tamanho menor, 60 x 30 cm).

Mas lembrem que essa limitação é apenas nos modelos comerciais. Para quem quiser fazer o seu proprio gobo de acrilico, as medidas podem ser maiores, como 180 x 60 cm, por exemplo.

A monitoração deve ser por fones. Por estar enclausurado, o baterista recebe um SPL (volume) vindo de seu instrumento muito maior que o normal, e menos do resto do palco. Os fones servem então, para proteger seus ouvidos tambem. Shakers são bem vindos aqui. Monitores comuns (retorno) tambem podem ser usados, mas com cautela.
 
Os absorvedores atrás, alem de amenizar esse efeito, tambem contribuem na captação, eliminando o som meio ressonante de que muita gente reclama quando usa o painel transparente.

Quem não pode ou não quer usar tanta "frescura" no palco, pode pelo menos instalar uma camada grossa de espuma ortopédica ondulada ou mesmo uma tapeçaria pesada atrás da bateria. Absorve razoavelmente bem os pratos, que costumam atrapalhar bastante.
 
 
">file://
 
Espuma ortopédica ondulada para revestir o gobo. Tem um desempenho semelhante ao Sonex e similares, a um preço muito menor.


Abaixo, um exemplo de gobo absorvedor usado em estúdios, que pode ser levado ao palco também. Esse é o tamanho minimo, mas nesse caso é melhor fazer mais alto, pelo menos 1,60 m de altura, para asorver bem os pratos.
 
">file://
 
E tenha sempre um tapete grande e grosso sob a bateria. Além de evitar que ela saia andando por ai, reduz as reflexões no chão e assim, "limpa" o som recebido pelos over.

Monitoração para o batera deve ser atavés de fones, pois uma caixa aí dentro teria seu som refletido na acrilico de daí aos microfones. Um shaker seria ótimo - quando é que os empresários brasilleiros vai acordar e começar a produzir um?

Aproveito para dar uma dica boa para abafar o som da caixa e chimbal, especialmente em ensaios:
 
">file://
 
Ponha material absorvente embaixo deles, reduzindo as reflexões no chão. Almofadas, espuma, tapete bem grosso... qualquer coisa com essas caracteristicas ajuda.

Um exemplo: pegue uma tira larga de espuma e enrole ao redor da estante da caixa, até fazer um cilindro com mais ou menos o mesmo diâmetro dela, como no desenho. Faça o mesmo no chimbal, e ouça a diferença. Serve em ensaios, gravações e mesmo em shows, se fizer com cuidado para não ficar muito esquisito (use espuma cinza-escuro).
 
">file://
 
O certo é fazer em policarbonato. Custa bem mais, mas é extemamente resistente ao impacto e costuma ser tratado contra riscos na superficie. Você pode encontar placas de acríico com esse tratamento, mas não são muito comuns.

Outra vantagem do policarbonato é que reflete menos luz que o acrílico, e no palco, isso conta muito. As vezes voce nem consegue ver o painel.

Você deve comprar as placas já cortadas no tamanho certo, facilita bastante o trabalho. É preciso bom ferramental para o corte, com lâminas resfriadas a agua ou ar comprimido.

Se precisar serrar depois para algum acerto não previsto, utilize serra de fita, circular ou de arco, com dentes sem trava para um corte perfeito.

Faça uns furos próximos aos cantos das placas, e neles parafuse dobradiças de encaixe, tipo as que se usam em cases. Para montar, basta ir levantando as placas e encaixando uma após a outra. Uma vez estando num arranjo semicircular, elas se manterão em pé. Obs: faça os furos com a máxima precisão, ou as placas não se encaixarão direito em qualquer ordem.

Para furar, use de preferência brocas especificas para plásticos, com ranhuras largas, polidas e sem fio transversal (o fio tende a rachar o plástico).

Na falta, tente uma broca comum, mas regule a furadeira (se for possivel) para rotação reversa. O corte sai perfeito assim, a broca entra derretendo o plástico, mas funciona melhor no acrílico, pois o policarbonato tem temperatura de fusão muito alta.

É importante fazer um furo-guia antes do maior, principalmente no policarbonato, que é mais flexivel que o acrílico e a broca tende a deslizar mais facilmente. Utilize baixa velocidade de corte e avanço rápido.

Um biombo pesa uns 35kg ou mais, é preciso cuidado na montagem e transporte. Use sempre luvas de tecido (a venda em lojas de ferragens) no manuseio para evitar digitais. Para limpeza (eles se sujam muito facilmente), use uma fralda com um líquido para limpar janelas ou para-brisa de moto.

O certo é fazer em policarbonato. Custa bem mais, mas é extemamente resistente ao impacto e costuma ser tratado contra riscos na superficie. Você pode encontar placas de acríico com esse tratamento, mas não são muito comuns.

Outra vantagem do policarbonato é que reflete menos luz que o acrílico, e no palco, isso conta muito. As vezes voce nem consegue ver o painel.

Você deve comprar as placas já cortadas no tamanho certo, facilita bastante o trabalho. É preciso bom ferramental para o corte, com lâminas resfriadas a agua ou ar comprimido.

Se precisar serrar depois para algum acerto não previsto, utilize serra de fita, circular ou de arco, com dentes sem trava para um corte perfeito.

Faça uns furos próximos aos cantos das placas, e neles parafuse dobradiças de encaixe, tipo as que se usam em cases. Para montar, basta ir levantando as placas e encaixando uma após a outra. Uma vez estando num arranjo semicircular, elas se manterão em pé. Obs: faça os furos com a máxima precisão, ou as placas não se encaixarão direito em qualquer ordem.

Para furar, use de preferência brocas especificas para plásticos, com ranhuras largas, polidas e sem fio transversal (o fio tende a rachar o plástico).

Na falta, tente uma broca comum, mas regule a furadeira (se for possivel) para rotação reversa. O corte sai perfeito assim, a broca entra derretendo o plástico, mas funciona melhor no acrílico, pois o policarbonato tem temperatura de fusão muito alta.

É importante fazer um furo-guia antes do maior, principalmente no policarbonato, que é mais flexivel que o acrílico e a broca tende a deslizar mais facilmente. Utilize baixa velocidade de corte e avanço rápido.

Um biombo pesa uns 35kg ou mais, é preciso cuidado na montagem e transporte. Use sempre luvas de tecido (a venda em lojas de ferragens) no manuseio para evitar digitais. Para limpeza (eles se sujam muito facilmente), use uma fralda com um líquido para limpar janelas ou para-brisa de moto.

Aqui, JAZZ...
By JAZZed
Voltar ao Topo
General Ramone Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar

Cadastrado em: 13/04/06
Localização: Brazil
Status: Desconectado
Pontos: 619
Link direto para este Post Postado: 04/09/08 as 01:41
nossa mano - faz um dosssiê ai em PDF e mete autoria ... se realmente for totalmente sua. apesar de parecer um guia e não uma duvida acho que o aquario não deveria  matar o som e se esse for seu objetivo beleza mas acredito que a real função seja diminuir o som de modo a torna-lo viavel em harmonia com os instrumentos, por esse motivo geralmente existe sim a parte aberta em cima, com tratamento acustico como especificado, mas de forma alguma LACRADO,   por esse motivo devo alerta-lo não como especialista mas como observador, evite um ambiente 100% lacrado mesmo com ventilador, batera não tem que sofrer tanto assim, pode ser ruim até mesmo para a sua saude meu amigo. De toda forma, parabens ae pelo topic e boa sorte.
Voltar ao Topo
refux Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar

Cadastrado em: 17/05/06
Status: Desconectado
Pontos: 1103
Link direto para este Post Postado: 04/09/08 as 08:17
cara... esses seus topicos de acustica estao animais! parabens!... favoritei tudo pra ir lendo aqui



Voltar ao Topo
Raphael:-) Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar

Cadastrado em: 12/08/08
Localização: Belo Horizonte
Status: Desconectado
Pontos: 1225
Link direto para este Post Postado: 04/09/08 as 10:26
Para mais informações a respeito do que nosso amigo esta postando,
é só dar uma olhadinha no site abaixo! la tem muita informação legal!
 
 
Parabenizo a atitude e deixo uma pergunta:
 
Você faz parte do portal AUDIOLIST?
 
abraços
 


Editado por Raphael:-) - 04/09/08 as 15:09
..::Eu levo a vida com música::..
Voltar ao Topo
JAZZed Ver Drop Down
Avançados
Avançados
Avatar

Cadastrado em: 24/05/08
Status: Desconectado
Pontos: 264
Link direto para este Post Postado: 04/09/08 as 10:50
Galera, eu estava deixando uma "beirada" para caso lembrasse de algo mais depois.
 
Mas como tenho feito em todos os meus posts, coloco o crédito da fonte.
 
Como o Rafael colocou aí em cima, tenho que agradecer ao EDU SILVA do AUDIOLIST!!!!
 
Aos poucos vou pesquisando e postando mais...
 
Fala Rafael, o Audiolist foi reformulado, agora o site foi "relocado" e está passando por atualizações e os antigos artigos estão sendo "trazidos" para o novo.
 
Não faço parte do AudioList, ele é UM dos sites nos quais pesquiso, como no post de cálculo de isolamento acústico, tem referência ao Wikipédia e a artigos acadêmicos (que também estão no AudioList!)...
 
O Audiolist é O SITE para quem tem interesse em acústica. No meu 1º post, faço referência a ele, com LINK.
 
Você é de BH, né Rafael? Qualquer coisa, estou à disposição, moro aqui também.
 
[  ]'s!
Aqui, JAZZ...
By JAZZed
Voltar ao Topo
JAZZed Ver Drop Down
Avançados
Avançados
Avatar

Cadastrado em: 24/05/08
Status: Desconectado
Pontos: 264
Link direto para este Post Postado: 04/09/08 as 10:51
UÉ!!!!! Eu tinha colocado um post respondendo ao General Ramone, dando crédito ao Edu do audiolist e SUMIU!!!!, Tô maluco?
Aqui, JAZZ...
By JAZZed
Voltar ao Topo
Raphael:-) Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar

Cadastrado em: 12/08/08
Localização: Belo Horizonte
Status: Desconectado
Pontos: 1225
Link direto para este Post Postado: 04/09/08 as 10:57
Tranquilidade


Editado por Raphael:-) - 04/09/08 as 15:11
..::Eu levo a vida com música::..
Voltar ao Topo
Raphael:-) Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar

Cadastrado em: 12/08/08
Localização: Belo Horizonte
Status: Desconectado
Pontos: 1225
Link direto para este Post Postado: 04/09/08 as 10:59
Legal cara!!!!
 
muito bom ter referências por aqui pra gente não se perder né????
 
Abração!!!!
 
estamo ai!!!
..::Eu levo a vida com música::..
Voltar ao Topo
JAZZed Ver Drop Down
Avançados
Avançados
Avatar

Cadastrado em: 24/05/08
Status: Desconectado
Pontos: 264
Link direto para este Post Postado: 04/09/08 as 14:32

Vou continuar postando, OK?

Quem quiser ajudar, já sabe:
 
www.audiolist.org


Editado por JAZZed - 04/09/08 as 15:22
Aqui, JAZZ...
By JAZZed
Voltar ao Topo
Raphael:-) Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar

Cadastrado em: 12/08/08
Localização: Belo Horizonte
Status: Desconectado
Pontos: 1225
Link direto para este Post Postado: 04/09/08 as 14:37
 
Tranquilidade     <- (PONTO FINAL)


Editado por Raphael:-) - 04/09/08 as 15:18
..::Eu levo a vida com música::..
Voltar ao Topo
JAZZed Ver Drop Down
Avançados
Avançados
Avatar

Cadastrado em: 24/05/08
Status: Desconectado
Pontos: 264
Link direto para este Post Postado: 04/09/08 as 14:55

OPA!

Não sei se faz diferença, mas conferi:
 
 
Acho que é SEM o www.....
 
Lá tem TUDO isso e mais....só não dei conta ainda....


Editado por JAZZed - 04/09/08 as 15:32
Aqui, JAZZ...
By JAZZed
Voltar ao Topo
Raphael:-) Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar

Cadastrado em: 12/08/08
Localização: Belo Horizonte
Status: Desconectado
Pontos: 1225
Link direto para este Post Postado: 04/09/08 as 15:34
Isso mesmo cara!!!
 
Quando o domínio é de uma organização não tem www por causa dos mantenedores!!!
 
 
 
..::Eu levo a vida com música::..
Voltar ao Topo
Brucatti Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar

Cadastrado em: 04/11/03
Localização: Brazil
Status: Desconectado
Pontos: 677
Link direto para este Post Postado: 05/09/08 as 09:36
Belo topico mas blindex não tem a funçao correta para esse tipo de equipamento. O acrilico não é usado na confecção de aquarios e bateria por acaso ou por ser aparentemente bonito mas tem uma função muito mais tecnica.

Brucatti Drums - Distribuidor UFIP no Brasil
www.brucattidrums.com.br
Voltar ao Topo
gustavoteixeira Ver Drop Down
Experts
Experts
Avatar

Cadastrado em: 19/03/06
Localização: Brazil
Status: Desconectado
Pontos: 4118
Link direto para este Post Postado: 05/09/08 as 14:22

 Primeiramente quero parabenizar pelo excelente tópico! e segundo que está sendo de uma humildade ímpar suas colocações no mesmo! muitro diferente de pessoas que aqui postam tópicos somente para se endeusarem!

 ou seja, fazem tópicos para poderem ser o centro das atenções de um monte de baba ovos, nem preciso citar nomes!
 
 Realmente quem é do fórum sabe de onde estou falando!
 
 Agradeço o tópico e continue postando mais, pois todos são de uma utilidade importantíssima para o aprendizado e esclarecimento de muitos aqui!


Uploaded with <a href="http://imageshack.us"
Voltar ao Topo
JAZZed Ver Drop Down
Avançados
Avançados
Avatar

Cadastrado em: 24/05/08
Status: Desconectado
Pontos: 264
Link direto para este Post Postado: 05/09/08 as 14:53
Originalmente postado por Brucatti Brucatti escreveu:

Belo topico mas blindex não tem a funçao correta para esse tipo de equipamento. O acrilico não é usado na confecção de aquarios e bateria por acaso ou por ser aparentemente bonito mas tem uma função muito mais tecnica.
 
Fala Brucatti, apenas estou passando o que pesquisei...não sou especialista....
 
Realmente acredito que o POLICARBONATO seja o melhor, pela resistência também...acrílico e policarbonato são diferentes...
 
Fala Gustavo!!!!
 
Comentários assim é que me incentivam a continuar postando e pesquisando! Sei que tem muita gente legal aí, que não tem tempo de pesquisar, mas tem muito interesse.
 
Na verdade, recolho sobre os assuntos em outros sites dou uma pesquisada e junto tudo aqui, assim o trabalho fica "reduzido" para quem quer achar.
 
Acho que é o hábito acadêmico de pesquisa.....auhauhauha....eu era prof. Universitário.....de FILOSOFIA...auhauhauh...é mole? (Larguei a docência.....não é à toa que prof. se aposenta com 30 anos, 5 a menos que o normal, é INSALÚBRE!!!!!!!!!!  uahuahauhauhauahuh!!!!!!!!!!!)
Aqui, JAZZ...
By JAZZed
Voltar ao Topo
gadmax Ver Drop Down
Experts
Experts
Avatar

Cadastrado em: 27/05/07
Localização: Araraquara
Status: Desconectado
Pontos: 4353
Link direto para este Post Postado: 07/09/08 as 09:58
Caramba cara, demais mesmo !
Em todos os sentidos, Obrigado!
Voltar ao Topo
Brucatti Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar

Cadastrado em: 04/11/03
Localização: Brazil
Status: Desconectado
Pontos: 677
Link direto para este Post Postado: 09/09/08 as 17:14

Sem dúvida JAZZed, com certeza é sempre válido. è atráves de informações que a coisa toma volume e a galera toma conhecimento. Sobre o Policarponato, a função dele é diferente da do acrilico. O que pode ser substituido e o PET, mais resistente que o acrilico e com caracteristicas semelhantes. Apenas seu custo não favorece.

 

Fala Gustavo, que ta pegando grande? Num esquenta, não cara. Uma coisa é que não pode acontecer, é a sua voz se calar, independente da sua opinião. O máximo que pode acontecer e alguem discordar. Se vc se calar, tanto o forum como a nossa vida vai estar debaixo de uma ditadura.


Brucatti Drums - Distribuidor UFIP no Brasil
www.brucattidrums.com.br
Voltar ao Topo
Junior1982 Ver Drop Down
Iniciantes
Iniciantes


Cadastrado em: 04/10/08
Status: Desconectado
Pontos: 1
Link direto para este Post Postado: 04/10/08 as 00:17
Olá!
 
Sou operador de som em uma igreja de São Paulo-SP e gostaria de saber onde compraria as referidas placas de policarbonato e quais seriam os valores...
 
Desde já obrigado!
Voltar ao Topo
JAZZed Ver Drop Down
Avançados
Avançados
Avatar

Cadastrado em: 24/05/08
Status: Desconectado
Pontos: 264
Link direto para este Post Postado: 04/10/08 as 11:33
Fala Dr. Junior1982,
 
Cara, não sei onde você pode conseguir essas placas de policarbonato.
 
Fala com o Brucati aqui de cima, ele lida com acrílicos, pode te dar uma luz...passa uma PM pra ele...
 
[  ] !


Editado por JAZZed - 04/10/08 as 11:33
Aqui, JAZZ...
By JAZZed
Voltar ao Topo
t1000 Ver Drop Down
Experts
Experts
Avatar

Cadastrado em: 15/02/09
Localização: RJ
Status: Desconectado
Pontos: 3176
Link direto para este Post Postado: 11/11/10 as 11:19

Gostaria de saber se a bateria deve receber algum tratamento especial a nivel de microfonação (retornos , P.A's) ventilação  quando é usada dentro do Aquário.

vlew !
Voltar ao Topo
jefter Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar

Cadastrado em: 04/07/09
Localização: Montes Claros
Status: Desconectado
Pontos: 2307
Link direto para este Post Postado: 11/11/10 as 11:24
PQP!!! Caramba t1000 que desenterrada heim cara!!
http://twitter.com/jeftercardoso

http://fb.com/jeftermoreira
Voltar ao Topo
Mauri Fernandes Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar

Cadastrado em: 13/04/10
Localização: Contagem, MG
Status: Desconectado
Pontos: 1491
Link direto para este Post Postado: 11/11/10 as 11:27
Originalmente postado por jefter jefter escreveu:

PQP!!! Caramba t1000 que desenterrada heim cara!!

mas esse foi por causa de uma duvida (mesmo a ultima resposta foi feita a 2 anos!!! kkk)
ele merece o perdão kkk

Um dia chego numa odery com config rocker xD
Voltar ao Topo
t1000 Ver Drop Down
Experts
Experts
Avatar

Cadastrado em: 15/02/09
Localização: RJ
Status: Desconectado
Pontos: 3176
Link direto para este Post Postado: 11/11/10 as 12:30
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ..podes crer ..e as respostas ??? kkkkkkkkkkkkkkkk
Voltar ao Topo
Marcos Fumagalli Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar

Cadastrado em: 05/09/09
Status: Desconectado
Pontos: 2056
Link direto para este Post Postado: 11/11/10 as 12:39
E bota coveiro nisso haha...
Voltar ao Topo
Barsa Ver Drop Down
Experts
Experts
Avatar

Cadastrado em: 03/12/08
Localização: São paulo
Status: Desconectado
Pontos: 5435
Link direto para este Post Postado: 11/11/10 as 13:18
t1000 acho dificil o JAZZed te responder, pois ele não frequenta mais o forum...

abs cara
Suingue, Sabedoria e Sinceridade!!!
Voltar ao Topo
Mauri Fernandes Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar

Cadastrado em: 13/04/10
Localização: Contagem, MG
Status: Desconectado
Pontos: 1491
Link direto para este Post Postado: 11/11/10 as 13:20


foi mal, n resisti kkk

Um dia chego numa odery com config rocker xD
Voltar ao Topo
Barsa Ver Drop Down
Experts
Experts
Avatar

Cadastrado em: 03/12/08
Localização: São paulo
Status: Desconectado
Pontos: 5435
Link direto para este Post Postado: 11/11/10 as 13:24
Originalmente postado por mfsf2010 mfsf2010 escreveu:



foi mal, n resisti kkk



kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Suingue, Sabedoria e Sinceridade!!!
Voltar ao Topo
jefter Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar

Cadastrado em: 04/07/09
Localização: Montes Claros
Status: Desconectado
Pontos: 2307
Link direto para este Post Postado: 11/11/10 as 20:49
Originalmente postado por Barsa Barsa escreveu:

t1000 acho dificil o JAZZed te responder, pois ele não frequenta mais o forum...

abs cara


Por isso que eu falei da ressurreição do tópico. E se esse cara frequentasse ainda seria melhor enviar MP do que reviver.
http://twitter.com/jeftercardoso

http://fb.com/jeftermoreira
Voltar ao Topo
t1000 Ver Drop Down
Experts
Experts
Avatar

Cadastrado em: 15/02/09
Localização: RJ
Status: Desconectado
Pontos: 3176
Link direto para este Post Postado: 12/11/10 as 08:16
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ...essa galera é uma loucura só  , ô barsa valeu aí ,será que alguem mais aqui do fórum saca desse tópico ???
Voltar ao Topo
Maykel Ver Drop Down
Moderadores
Moderadores
Avatar

Cadastrado em: 13/06/08
Localização: Curitiba
Status: Desconectado
Pontos: 4170
Link direto para este Post Postado: 12/11/10 as 09:22
Cara, não entendi sua pergunta...
estou tentando montar um aquario então acho que podemos responder

Você quer saber se a ventilação dentro do aquário influenciaria na microfonação do ambiente?
Voltar ao Topo
jonatass Ver Drop Down
Seniors
Seniors
Avatar

Cadastrado em: 05/01/10
Localização: PIUMHI
Status: Desconectado
Pontos: 2845
Link direto para este Post Postado: 12/11/10 as 09:47
Originalmente postado por Barsa Barsa escreveu:

Originalmente postado por mfsf2010 mfsf2010 escreveu:



foi mal, n resisti kkk



kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk



kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk[3]
Voltar ao Topo
Jefferson Merida Ver Drop Down
Experts
Experts
Avatar

Cadastrado em: 07/04/10
Localização: Pindamonhangaba
Status: Desconectado
Pontos: 3299
Link direto para este Post Postado: 12/11/10 as 10:23
Só um detalhe, o JAZZed ainda frequenta o Forum, apesar de não parecer.

Perfil: JAZZed Status ativo
Avatar  
Usuário: JAZZed
Grupo: Avançados Avançados
Status da conta: Ativo
Registrado: 24/05/08 em 14:49
Última visita: 20/10/10 em 18:36

"Não sabendo que era impossível, ele foi lá e fez". Jean Cocteau, artista francês
Voltar ao Topo
 Responder Responder
  Compartilhar Tópico   

Ir para o Fórum Permissões do Fórum Ver Drop Down



Esta página foi carregada em 0.070 segundos.